OS SENTIMENTOS EXPRESSOS PELOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA DA EDUCAÇÃO BÁSICA FRENTE ÀS DIFICULDADES DA PRÁTICA PEDAGÓGICA

Hugo Norberto Krug, Moane Marchesan Krug, Cassiano Telles

Resumo


O estudo objetivou analisar as percepções de professores de Educação Física (EF) da Educação Básica (EB), da rede pública de ensino, de uma cidade da região central do Estado do Rio Grande do Sul (Brasil), sobre os sentimentos expressos frente às principais dificuldades da prática pedagógica. Caracterizamos a pesquisa como qualitativa do tipo estudo de caso. O instrumento de pesquisa foi uma entrevista, tendo as informações coletadas analisadas pela análise de conteúdo. Participaram vinte e cinco professores de EF da EB da referida rede de ensino e cidade. Concluímos que, os sentimentos negativos como insatisfação, desânimo, frustração, insegurança, impotência, raiva e medo marcaram o cotidiano dos professores de EF da EB estudados frente às dificuldades da prática pedagógica. Estas informações sugerem um temor permanente de não conseguir exercer de forma positiva o trabalho a que se propõe um professor, pois a demanda das dificuldades da prática pedagógica mostra um quadro de precarização e/ou marginalização da EF no currículo escolar.


Palavras-chave


Educação Física. Educação Física Escolar. Prática Pedagógica. Dificuldades. Sentimentos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 BIOMOTRIZ

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN Online: 2317-3467
ISSN Impresso: 1679-8074