INTENSIDADE DA AULA DE KANGOO JUMPS NO MODELO DE TREINAMENTO COREOGRAFADO

Nathaly Kai Silveira, Maria Denise Justo Panda, Eduardo Tanuri Pascotini, Fabiana Hoffmeister

Resumo


O Kangoo Jumps é um exercício aeróbico inovador que em uma de suas metodologias tem a aula caracterizada por períodos de alta intensidade seguidos de intervalos de recuperação, sendo esse o modelo coreografado, que remete ao método HIIT – Hight Intensity Interval Training, um treinamento intervalado com alternância de períodos de exercícios intensos e períodos de intervalos. Por isso, este estudo visa analisar a intensidade das aulas de Kangoo Jumps que utilizam o método de treinamento coreografado, para ver possível relação com o HIIT. Participaram do estudo 12 indivíduos, do sexo feminino, praticantes de Kangoo Jumps, estilo coreografado em Cruz Alta/RS. Primeiramente foi calculado individualmente a FCTM – Frequência Cardíaca Teórica Máxima. As variáveis do estudo foram a frequência cardíaca - FC e a saturação de oxigênio – SaO2, aferidas através de oxímetro, em dois momentos, logo em seguida ao período de alta intensidade e após o período de recuperação. O protocolo se constituiu de treze aferições em trinta minutos (repouso, após as fases de alta intensidade – 4min. e após as fases de recuperação – 1min.). Foi utilizada a análise descritiva, média e desvio padrão dos dados coletados. O estudo determinou a aceitação parcial da hipótese (o método de aula coreografado no Kangoo Jumps conduz à prática do HIIT – Treinamento Intervalado de Alta Intensidade); pois, na fase de alta intensidade as frequências cardíacas se mantiveram nos limites adequados, acima de 85% da FCTM, no entanto, a fase de recuperação, os resultados foram acima do indicado pela literatura.


Palavras-chave


Kangoo Jumps; Hiit; Intensidade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 BIOMOTRIZ

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN Online: 2317-3467
ISSN Impresso: 1679-8074