HIDROTERAPIA EM IDOSOS: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Francisco Valter Miranda Silva, Claudiana Batista de Brito, Daniele de Queiroz Martins Serafimm, Ionara Conceição Araújo Santos, Luana Almeida de sá Cavaleiro, Thais Muratori Holanda

Resumo


Contextualização: Em todo o mundo cresce o número de pessoas que ultrapassam os 60 anos. O processo do envelhecimento é marcado por perdas que resultam em alterações estruturais e funcionais. Objetivo: verificar na literatura as principais evidências da hidroterapia em idosos. Métodos: Revisão integrativa, realizada nas bases de dados: BIREME e PubMed. Foram selecionados 10 artigos publicados nos idiomas português e inglês entre os anos 2015 e 2019. Resultados: Mostrou-se eficaz e benéfica a fisioterapia aquática no ganho de equilíbrio, melhora da flexibilidade, ganho de força nos músculos respiratórios, melhora da capacidade funcional, restauração e manutenção do equilíbrio, prevenção do risco de quedas, contribuindo para uma melhora da autoestima e interação social. Conclusão: A hidroterapia em idosos mostrou-se eficaz e benéfica no processo de reabilitação, manutenção da funcionalidade e prevenção de riscos de quedas e agravos que podem acometer essa população resultando uma melhor qualidade de vida.


Palavras-chave


Fisioterapia; Idoso; Hidroterapia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 BIOMOTRIZ

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN Online: 2317-3467
ISSN Impresso: 1679-8074