A INFLUÊNCIA DA HIDROGINÁSTICA NA ESTIMULAÇÃO DAS HABILIDADES COGNITIVAS DOS PARTICIPANTES DO ATIVE-SE/UNATI-UNICRUZ

Vania Mari Rossato, Bruna Pires da Rosa, Pablo Vieira dos Santos, Angela Vieira Brunelli

Resumo


O objetivo do estudo foi verificar se a utilização de metodologias diversificadas nas aulas de hidroginástica realizadas com o grupo de envelhecimento humano do programa de atividade física, promoção da saúde e qualidade de vida, Ative-se/Unati, da universidade de Cruz Alta-UNICRUZ contribuem para a estimulação de habilidades cognitivas. O estudo quase experimental avaliou no pré e pós teste um grupo de 24 mulheres e 1 homem, que participaram de aulas de hidroginástica praticadas duas vezes na semana. Foi aplicado um instrumento de avaliação do Estado Mental (MEEM), para avaliação das habilidades cognitivas e a aplicação de um programa de hidroginástica duas vezes na semana completando 40 sessões.  Os resultados mostraram que nas variáveis do MEEM, relacionadas à organização espacial e temporal  os idosos apresentaram diferença de 33% para 66,6% para 8 acertos; na memória houve um acréscimo de 37,4% para quem fez 6 acertos; na atenção e linguagem também houve mudanças positivas na pontuação no pós teste.  Dessa forma, conclui-se que os idosos tendem a ter melhor estado mental, pela influência da prática de atividades físicas, mas também pela possibilidade de estar engajado em um grupo social que lhe dá estímulo e motivação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.