#DR - DISCUTINDO A RELAÇÃO: O QUE ELES APRENDERAM?

Léia Viviane FONTOURA, Claudete Santos DEMÉTRIO, Daniela VALCARENGHI, Silvana Tomazoni de OLIVEIRA, Ediléia Barbosa da Silva FARIAS, Diane Aparecida Prestes D'ASSUNÇÃO, Daiane Pereira MIGUEL, Larissa Voigt NUNES, Nathan HANIEL, Paula Mariana SEHNEM, Sabrina Luciette DICK, Schayane GRAUPNER

Resumo


Este trabalho relata os resultados da avaliação das ações das atividades do projeto de extensão “Discutindo a Relação” - #DR, no ano de 2015. O público alvo foram estudantes dos anos finais da educação básica numa escola da rede municipal de Itajaí/SC. O projeto tem como objetivo implementar ações para a promoção da saúde e fortalecer o desenvolvimento integral do adolescente para o enfrentamento das vulnerabilidades, envolvendo a comunidade escolar e os profissionais da estratégia de saúde da família. As ações foram desenvolvidas através de metodologias ativas a partir do pensamento de Paulo Freire, por meio de oficinas quinzenais que consideram os estudantes como protagonistas do seu aprendizado. As temáticas trabalhadas foram puberdade, adolescência, sistema reprodutor/gravidez, métodos contraceptivos e gênero. Estão envolvidos docentes e discentes dos cursos de Psicologia, Enfermagem e Biomedicina, buscando articular o tripé ensino, pesquisa e extensão. Para avaliar a efetividade das atividades na vida dos adolescentes, foi realizado um questionário estruturado composto de duas perguntas, categorizado por análise temática. A população foi constituída de 202 estudantes, sendo a amostra composta por 126 indivíduos. Como resultado obteve-se que os temas de maior apropriação dos adolescentes foram “Adolescência”, seguido de “Puberdade”. Considera-se que a metodologia utilizada foi adequada à proposta, possibilitando a sensibilização dos adolescentes para a necessidade do desenvolvimento de postura pró-ativa para o autocuidado com autonomia e responsabilidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.