A PRODUÇÃO DE JOGOS DIDÁTICOS PARA O ENSINO DE GENÉTICA: UMA PROPOSTA PARA FAVORECER A APRENDIZAGEM

Cléia Rosani Baiotto, Adriana Riguer Della Méa

Resumo


A necessidade de se adequar a velocidade com que as informações chegam aos alunos do Ensino Médio requer hoje professores atualizados e dinâmicos. Preocupados com esta limitação no ensino de Biologia, mais especificamente na Genética, o Laboratório de Genética e Biologia Molecular elabora, produz e testa jogos e atividades didáticas. Neste contexto elaborou-se uma proposta de organizar jogos e atividades,  fornecer estas informações aos professores do ensino médio e  estimulá-los  a trabalhar de forma mais
dinâmica e atualizada. As atividades foram organizadas em módulos, sendo que o módulo 1 envolveu  quinze professores  e abordou a importância das atividades lúdicas na compreensão dos conceitos. O módulo 2 contou com a participação de 270 alunos e acadêmicos do Curso de Ciências Biológicas promovendo circuitos de jogos e atividades.
No módulo 3, os professores tiveram acesso ao material produzido no projeto, bem como assessoramento para desenvolver as técnicas e atividades propostas em suas escolas de atuação. Um sistema de avaliação no material produzido e emprestado permitiu rever e reestruturar cada  atividade proposta.  O envolvimento dos professores, dos alunos do ensino médio e dos acadêmicos do curso permite  concluir que a  incorporação de metodologias alternativas na prática diária propicia a atualização e abordagem de temas
contemporâneos,  além de  proporcionar uma aula dinâmica e interessante.  A interação entre a universidade e o ensino médio não favorece apenas os professores e os alunos,
mas também propicia o desenvolvimento de atividades de monitoria, extensão e uma aproximação dos acadêmicos com o futuro mercado de trabalho.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.