Educação Integral e as Políticas Públicas de Enfrentamento das Desigualdades Multiplicadas

Rodrigo Manoel Dias da Silva, Elisandra Reinhold Santolin

Resumo


O artigo propõe-se a analisar a recente recuperação política e pedagógica do conceito de educação integral, situando-o no conjunto das mudanças socioculturais vividas no Brasil contemporâneo, a fim de compreender seus novos sentidos, suas contradições e suas relações com as políticas públicas direcionadas ao enfrentamento das desigualdades multiplicadas. Para tal, revisa registros históricos da educação integral na política brasileira, assim como mudanças nos ordenamentos jurídico-normativos da escolarização nacional. Conclui, após análise sociológica, que, embora tecida por ambiguidades e objetivos ambivalentes, tal retomada pode representar avanços no que tange aos processos de democratização educacional no país.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

ISSN: 2316-4034