A SEXUALIDADE COMO UM SENTIR DA CARNE NO PENSAMENTO FILOSÓFICO DE MICHEL HENRY

Jeferson Flores Portela Silva, Symon Salles Souto

Resumo


Este artigo enfatiza a análise fenomenológica do sentir e da carne em Michel Henry, visando o estudo da sexualidade enquanto um problema filosófico.  Para tal empreitada, estaremos nos dedicando em algumas obras do referido autor, assim trazendo à luz a noção de corpo entendida pelo mesmo. O corpo em Henry, não pode ser tomado como primitivamente biológico, nem mesmo um corpo vivo no sentido de um seno comum, mas, pertence à uma ontologia distinta, ou seja, uma ontologia subjetiva.


Texto completo:

PDF

Referências


COMTE-SPONVILLE, André. Dicionário filosófico. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

HENRY, M. Filosofa e fenomenologia do corpo: ensaio sobre a ontologia biraniana. Trad. Luiz Paulo Rouanet. São Paulo: É Realizações, 2012a.

______. A barbárie. Trad. Luiz Paulo Rouanet. São Paulo: É Realizações, 2012b.

______. L’essence de la manifestation. Paris: PUF, 1963.

______. Fenomenologia de la vida. Trad. Mario Lipsitz. Buenos Aires: Prometo Libros, 2010.

______. Encarnação: uma filosofia da carne. Trad. Florinda Martins. Portugal: Círculo de Leitores, 2014.

HUSSERL, E. Ideias para uma flosofa pura e para uma flosofa fenomenológica. Trad. Márcio Suzuki. 2. ed. Aparecida: Ideias & Letras, 2006.

_____. A ideia da fenomenologia. Trad. Artur Mourão. Lisboa: Edições 70, 1989.

MARTINS, F. Michel Henry: o que pode um corpo? Lisboa: U.C.P., 2010.

PRAZERES, S. J. Michel Henry e o corpo subjetivo: uma leitura fenomenológica. Revista Filosofar, Passo Fundo, n. 44, p. 149-161, jan/jun. 2014.

RICOEUR, P. Soi-même comme un autrê. Paris: Éditions du Seuil, 1990.

WONDRACEK. Da felicidade ao pathos: uma introdução à Fenomenologia da Vida de Michel Henry. Este texto está baseado na palestra realizada no Encontro de Psicanálise da Sigmund Freud ‐Associação Psicanalítica de Porto Alegre, em 3 de setembro de 2008. Disponível em: . Acesso em: 23 maio 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

ISSN: 2316-4034