RELEITURA DA OBRA ÁGUA VIVA, DE CLARICE LISPECTOR: CONCEPÇÕES DE NATUREZA, MEIO AMBIENTE E DE PRODUÇÃO TEXTUAL NO ENSINO MÉDIO

Noemi Boer, Danusa Donaduzzi Brum

Resumo


Neste artigo, relatam-se atividades que integram uma pesquisa-ação desenvolvida com estudantes de Ensino Médio de uma escola pública, localizada no município de Nova Esperança do Sul, Rio Grande do Sul. Para os propósitos deste estudo, foram selecionados três poemas escritos no contexto da disciplina de Literatura Brasileira, a partir da obra Água Viva, de Clarice Lispector (1998). A análise, de natureza qualitativa, tem por objetivo examinar as concepções de natureza e de meio ambiente implícitas nos poemas e decorrentes da releitura da obra citada.  O quadro teórico fundamenta-se em Meyer (2008), Sánchez (2006); Sauvé (2005); Dulley (2004); Leff (2001); Santos (2014); Bosi (2006), entre outros autores. Os resultados sinalizam para a relevância da leitura na elaboração textual e evidencia a evolução dos estudantes na compreensão conceitual de natureza e meio ambiente. Conclui-se que, a partir do texto literário, é possível desenvolver o pensamento e ações que contemplam as dimensões formativas esperadas pela educação ambiental.

Texto completo:

PDF HTML

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                

 Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

ISSN: 2316-4034