ESTRATÉGIAS ECONÔMICAS E SOCIAIS QUE PODERÃO INCENTIVAR A PERMANÊNCIA DOS JOVENS NO MEIO RURAL

Claudia Maria Prudêncio De Mera, Tatieli Scolari, Elisa Fernanda da Rosa

Resumo


O presente artigo tem por objetivo expor estratégias capazes de incentivar o jovem a permanecer no meio rural. A metodologia usada, a partir de questionários aplicados em 55 famílias residentes no município de Júlio de Castilhos-RS, durante as entrevistas os entrevistados não demonstraram dificuldades ao responderem as questões, mas sim, houve uma dificuldade em entender o que seria o termo “sucessão”. Buscou-se fazer uma análise dos principais trabalhos em torno da sucessão na agricultura familiar. Após a caracterização das famílias estudadas e das perspectivas de sucessão da atividade rural nas comunidades estudadas, buscou-se abordar possíveis estratégias para incentivar o jovem a permanecer no meio rural e suceder as atividades exercidas por sua família. Entre estas estratégias, está a participação do jovem na tomada de decisão das atividades agrícolas, a discussão sobre a sucessão e as políticas públicas que visem melhorar a infraestrutura no meio rural.

 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Gedecon tem fluxo contínuo para recebimento de artigos.

ISSN: 1982-3266