ANÁLISE TEMPORAL SOBRE OS INVESTIMENTOS NO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NA MICRORREGIÃO DE FREDERICO WESTPHALEN

Veridiane Kronbauer

Resumo


O presente artigo buscou analisar os investimentos socioeconômicos no Programa Bolsa Família (PBF)nos 27 municípios que compõem a microrregião de Frederico Westphalen do Estado do Rio Grande do Sul, nos últimos três anos, realizando um comparativo com os dados do Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal. Discorreu-se sobre o principal programa de transferência de renda do Brasil, o Programa Bolsa Família, criado pelo Governo Federal, com a finalidade de combater a pobreza e a desigualdade de renda no País. Através de um sistema de transferência de renda direta e condicionada, o Programa vem ampliando o acesso à educação, saúde e renda para as famílias beneficiárias. Entretanto, não somente as famílias vêm sendo contempladas com os benefícios do programa, mas também os municípios e a economia que estão sendo afetados pelo impacto do Programa Bolsa Família. Quanto aos procedimentos metodológicos foi utilizado uso de dados secundários disponíveis nos sites do Portal da Transparência, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Federação das Indústrias do Rio de Janeiro e Ministério do Trabalho e foi feito também uma pesquisa bibliográfica trazendo estudos teóricos e empíricos acerca do tema proposto e documental, com análise comparativa dos últimos anos do Programa Bolsa Família com dados do índice Firjan, no viés qualitativo. Como principais achados deste estudo, pode-se apontar que o PBF apresenta um grande valor financeiro ativo, nos municípios da microrregião de Frederico Westphalen. Encontrou-se também uma relação positiva entre os repasses do PBF e os índices de desenvolvimento municipal, em especial os índices de saúde e educação sendo estes condicionalidades para o recebimento do benéfico do PBF.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Gedecon tem fluxo contínuo para recebimento de artigos.

ISSN: 1982-3266