O REUSO COMO ALTERNATIVA À DEMANDA DE ÁGUA NO BRASIL

Valéria de Jesus Monteiro, Ieda Marcia Donati Linck

Resumo


A água é um bem natural, vital e insubstituível. Infelizmente, a ONU estima que mais da metade dos rios do mundo está poluída pelos despejos dos esgotos domésticos, efluentes industriais e agrotóxicos (GARCIA, MORENO & FERNANDES, 2015). Nesse sentido, a questão da água é muito importante na sociedade atual, pois a sobrevivência da humanidade e de todos os processos produtivos depende dela e o Brasil é um país privilegiado por ter grande abundância desse recurso hídrico, porém a poluição e o uso inadequado compromete esse recurso em várias regiões. Do mesmo modo, as dificuldades de abastecimento estão inteiramente relacionadas ao aumento da demanda, ao desperdício e à urbanização impulsiva (CARVALHO et al., 2014). É preciso apresentar novas maneiras de conservação da água, destacando como alternativa para usos menos restritivos a reutilização de águas residuais, isto é, as águas de qualidade inferior, tais como esgotos, particularmente os de origem doméstica, águas de drenagem agrícola e águas salobras, por exemplo (HASPANHOL, 2002). Primeiramente, mostrou-se um panorama da questão da água no mundo contemporâneo e então se apresentou um panorama geral e a viabilidade dos sistemas de reuso, cujas etapas e processos utilizados possuem vantagens, mas também desvantagens. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Gedecon tem fluxo contínuo para recebimento de artigos.

ISSN: 1982-3266