APLICAÇÃO DE TECNOLOGIA NA REMOÇÃO DE SAL DA ÁGUA POR MEIO DE MEMBRANAS

Rafael Reinheimer dos Santos, Lucas Carvalho Vier, Douglas Alan da Rocha Barbosa, Joice Moura da Silva, Raissa Francieli Hammes

Resumo


Cada vez mais tem-se ouvido falar em escassez de água no mundo. Apesar de a maior parte do planeta Terra ser composto de água,apenas 2,5% desta está disponível para consumo em forma de água doce (GRASSI, 2001). Não bastando estes índices tão baixos, afirma-se ainda, um descontrole imenso no uso destes recursos no decorrer dos anos. Com base nestas informações diversas tecnologias vem surgindo para a solução deste problema. Uma destas soluções é a dessalinização da água, uma técnica que já vem sendo aprofundada desde o século XVI, e que se apresenta em varios métodos de execussão, entre os quais está a dessalinização por membranas. Dentre os métodos por membranas, a dessalinização por Osmose Reversa, é um dos mais utilizados, inclusive no Brasil, onde nove estados contam com esta tecnologia (RODRIGUES E BRENHA, 2014). Levando se em consideração o fato de a osmose inversa exigir alta pressão, proporcionar um transporte muito lento e apenas funcionar em temperaturas e pressões especificas (KILLINGSWORTH, 2012), pesquisadores aprofundam o assunto e conseguem desenvolver uma membrana capaz de garantir, em seu processo de dessalinização, uma economia de energia em aproximadamente 99% utilizando uma mambrana de Grafeno. Sendo uma solução de engenharia de filtração, esta tecnologia é facilmente extensível para uma infinidade de aplicações, podendo tornar-se a longo prazo, a solução para  a crise hídrica mundial.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A Revista Gedecon tem fluxo contínuo para recebimento de artigos.

ISSN: 1982-3266