A ENERGIA DO FUTURO: BIOGÁS

Bruna Quadros Guterres, Marco Antonio Ribeiro Edler

Resumo


Biogás é o nome dado a produção de gás através do uso de matéria orgânica. Pode-se obter o gás a partir de resíduos agrícolas, dejetos de animais, resíduos industriais, esgoto, entre outros. A produção é feita, normalmente, em lugares submersos para que não exista a presença de oxigênio, como em fundos de corpos d'água ou de forma antrópica, como por exemplo em aterros sanitários. O principal componente do biogás é o metano (CH4), esse gás possui um elevado poder calorífico e energético muito parecido com o gás natural (GLP). A obtenção do gás ocorre dentro do biodigestor, por meio de bactérias anaeróbicas, por isso é preciso a ausência de oxigênio, pois ele paralisa o metabolismo das mesmas.  Para que tudo ocorra corretamente e produza gás metano é preciso que a temperatura esteja entre 30° e 40°C. Além de gerar energia elétrica, a partir do gás ainda podemos utilizar os resíduos sólidos restante nos biodigestores, como adubo e o efluente líquido como biofertilizante. O biogás é uma forma sustentável de gerar energia elétrica, que independente do material utilizado irá ajudar o ambiente. Se utilizássemos para a produção, o lixo, ajudaríamos na diminuição do grande problema, a poluição.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


A RevInt tem como objetivo a  divulgação dos melhores trabalhos submetidos ao Seminário Interinstitucional de Ensino, Pesquisa e Extensão, evento anual promovido pela UNICRUZ. Estes trabalhos contemplam as diversas áreas do conhecimento, permitindo que a ciência seja difundida por meio da socialização da prática científica e extensionista, numa verdadeira rede de saberes.

 
ISSN 2358-6036