O CONTEXTO DE ADOECIMENTO DO HOMEM COM CÂNCER DE PULMÃO

Maitê Lemes Curtinaz, Rosani Manfrin Muniz, Débora Eduarda Duarte do Amaral, Aline da Costa Viegas, Bruno Knob Pinto, Michele Cristiene Nachtigall Barboza, Franciele Budziareck das Neves

Resumo


Objetivo: identificar o contexto do adoecimento do homem frente ao câncer de pulmão. Materiais e Métodos: estudo qualitativo e descritivo, realizado com cinco homens com câncer de pulmão em tratamento quimioterápico e radioterápico em um hospital de ensino do sul do Brasil. A coleta de dados, realizada em outubro de 2015, ocorreu por meio de entrevistas semiestruturadas gravadas. A análise foi realizada com base na proposta operativa de Minayo (2012). Resultados e Discussão: Por meio dos relatos, identificou-se que os sujeitos somente procuraram o serviço de saúde ao perceberem sintomas característicos da doença. Além disso, os sujeitos passaram pelas diversas fases do luto, diante da perspectiva da morte. Considerações finais: este estudo possibilitou identificar que a busca dos homens por cuidados à saúde ainda ocorre no modelo curativista. O apoio familiar foi decisivo no enfrentamento da doença.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista Espaço Ciência & Saúde