A PERCEPÇÃO DOS IDOSOS SOBRE A PARTICIPAÇÃO EM ATIVIDADES DE GRUPOS DE CONVIVÊNCIA EM UM MUNICÍPIO DO VALE DO TAQUARI/RS

Liliane Rauber, Arlete Eli Kunz da Costa, Luís Felipe Pissaia

Resumo


Este estudo possui o objetivo de identificar a percepção dos idosos sobre a participação em grupos de convivência de um município do Vale do Taquari/RS. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, com abordagem qualitativa, realizada com dez idosos participantes de um grupo de convivência. Os dados foram coletados por meio de entrevista, sendo analisados conforme a Análise de Conteúdo de Bardin. Os resultados versam sobre a importância da participação no grupo de convivência, promovendo a interação entre os indivíduos e proporcionando um aumento da qualidade de vida na terceira idade. As atividades deste grupo mostram-se motivadoras e interessantes ao público. O grupo de convivência é visto como facilitador para a promoção de saúde, onde os idosos compartilham experiências, interagem com outras pessoas, trazendo grandes melhorias e mudanças, melhorando a autoestima e a qualidade de vida.

Palavras-chave


Grupos de Convivência; Envelhecimento Humano; Qualidade de Vida.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Espaço Ciência & Saúde