INFLUÊNCIA DA NATAÇÃO EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES ASMÁTICOS: UM ESTUDO DE REVISÃO

Autores

  • Andressa Faes UNIDAVI
  • Giovani Pereira Balbé entro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí (UNIDAVI), Rio do Sul, Santa Catarina, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.33053/biomotriz.v14i4.261

Resumo

A asma é uma doença pulmonar obstrutiva crônica caracterizada por uma inflamação nas vias aéreas que limita a passagem do ar até os pulmões. Este estudo tem como objetivo analisar, através de uma revisão crítica, os efeitos da natação na asma em crianças e adolescentes. Foram utilizados artigos originais brasileiros encontrados nas bases de dados Bireme, Scielo e Google Acadêmico, abrangendo os temas asma e natação. A análise de dados incluiu pesquisas publicadas de 1997 a 2010, envolvendo indivíduos com idade entre cinco e 18 anos. Os resultados encontrados em relação à prática da natação e a asma foram positivos, apresentando melhoras no pico de fluxo expiratório, promovendo alterações favoráveis na função pulmonar e resistência respiratória, além da diminuição no número de crises. Conclui-se que a prática de exercícios de natação para crianças e adolescentes asmáticos proporciona diversos benefícios à saúde dessa população, melhorando o quadro da doença e auxiliando no seu tratamento.

Referências

BRITO, Aline de Freitas et al. Alterações do pico de fluxo expiratório em crianças asmáticas após uma sessão de exercício de natação. Coleção Pesquisa em Educação Física. João Pessoa, v. 5, n. 1, p. 73-78, 2007.

CAETANO JUNIOR, Jorge Luiz Alves. A influência da natação como tratamento de asmáticos. Faculdade de Ciências da Educação e Saúde. Centro Universitário de Brasília, 2015.

CONTREIRA, Andressa Ribeiro et al. O efeito da prática regular de exercícios físicos no estilo de vida e desempenho motor de crianças e adolescentes asmáticos. Revista Pensar a Prática. Goiânia, v. 13, n. 1, p. 1-16, jan/abr. 2010.

JACQUES, Gisele Pereira; SILVA, Osni Jacó. Influência da natação como coadjuvante terapêutico no tratamento de crianças asmáticas. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Florianópolis, v. 3, n. 1, p. 15-21, jan/mar. 1997.

LUCAS, Mariana de Souza Rodrigues. Os benefícios da natação para crianças com asma. Fundação Universidade Federal de Rondônia. Porto Velho, 2015.

MACÊDO JÚNIOR, Ana Tatiany et al. Resposta aguda do pico de fluxo expiratório após uma sessão de exercícios de natação em crianças asmáticas. Centro de Ciências da Saúde. Paraíba, p. 1-7, 2007.

MATSUMOTO, I. et al. Effects of swimming training on aerobic capacity and exercise induced bronchoconstriction in children with bronchial asthma. Thorax. Reino Unido, v. 54, n. 3, p. 196-201, mar. 1999.

MCARDLE, William D.; KATCH, Frank I.; KATCH, Vitor L. Fisiologia do Exercício: nutrição, energia e desempenho humano. 7.ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, cap. 12; 32, 2013.

MENDONÇA, Synglia Lougon; RIBEIRO NETO, Nelson Coimbra; VARGAS, Sabrina Cunha. Ginástica respiratória associada à natação para melhoria da função pulmonar em crianças portadoras de asma brônquica. Revista Saúde e Pesquisa. São Camilo, v. 3, n. 3, p. 291-296, set/dez. 2010.

MIRANDA, Amarildo Donizete; SILVA, Lucas de Andrade Ribeiro; SILVA, Vinícius. Os benefícios da natação em crianças asmáticas. Universidade do Vale do Paraíba, Faculdade de Educação e Artes. São José dos Campos, SP, 2013.

NATALI, Antônio José; REGAZZI, Adair José; ROSE, Eduardo Henrique. Efeito do treinamento em natação sobre a severidade do broncoespasmo induzido por exercício. Revista Paulista de Educação Física. São Paulo, n. 16, v. 2, p. 198-210, jul/dez. 2002.

NEDER, J. Alberto et al. Short term effects of aerobic training in the clinical management of moderate to severe asthma in children. Thorax. Reino Unido, v. 54, n. 3, p. 202-206, mar. 1999.

OLIVEIRA, F. B. et al. Efeitos da natação no pico de fluxo em crianças asmáticas. Revista de Investigación en Actividades Acuáticas. Espanha, v. 1, n. 2, p. 49-53, set. 2017.

PEREIRA, Carlos Alberto de Castro. Espirometria. Jornal de Pneumologia. Brasília, n. 28, s. 3, p. S1-S82, out. 2002.

RUBIN, Adalberto Sperb et al. Hiperresponsividade brônquica. Jornal de Pneumologia. Brasília, v. 28, s. 3, p. S101-S121, out. 2002.

SARMENTO, George Jerre Vieira. O ABC da Fisioterapia Respiratória. 2.ed. Barueri, SP: Manole, cap. 25, 2015.

SILVA, Eduardo Costa de Freitas. Asma Brônquica. Revista do Hospital Universitário Pedro Ernesto. Rio de Janeiro, p. 33-57, jul/dez. 2008.

WICHER, Ivonne Bernardo et al. Avaliação espirométrica e da hiper-responsividade brônquica de crianças e adolescentes com asma atópica persistente moderada submetidos a natação. Jornal de Pediatria. Rio de Janeiro, v. 86, n. 5, p. 384-390, 2010.

Downloads

Publicado

2021-01-14

Como Citar

Faes, A., & Balbé, G. P. (2021). INFLUÊNCIA DA NATAÇÃO EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES ASMÁTICOS: UM ESTUDO DE REVISÃO. BIOMOTRIZ, 14(4), 19-28. https://doi.org/10.33053/biomotriz.v14i4.261

Edição

Seção

Doenças Crônicas e Atividades Físicas