A ESCOLHA DA POSIÇÃO NO FUTEBOL: INFLUÊNCIA DE PAIS, TREINADOR E MÍDIA

Autores

  • Rodrigo Sudatti Delevatti Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil
  • Roberlei Silveira Pertile Faculdade Sogipa, Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Vanessa dos Santos Ferreira Delevatti Noova Oncologia, Florianópolis, SC, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.33053/biomotriz.v14i2.29

Resumo

O presente estudo objetivou analisar a influência de pais, do treinador e da mídia em meninos na idade de 13 anos que atuam um uma equipe de futebol. Como método, adotou-se uma abordagem prioritariamente qualitativa, de caráter exploratório. A população foi constituída por atletas, pais e treinador da equipe Nova Esperança, de Porto Alegre, da categoria sub-13. Foi usado como instrumento de avaliação um questionário, em que os respondentes estavam livres para suas respostas. Os resultados dos atletas mostraram que para eles, a influência dos fatores estudados, como pais ou familiares, treinador e mídia não gera interferência na escolha da posição, que mesmo atuando em uma segunda posição, o prazer em jogar futebol e o sonho de ser atleta profissional, está acima de atuar em uma posição específica. Para os pais, o mais importante é que seus filhos participem de uma equipe esportiva e que tenham sua integridade física mantida. Para o treinador, mesmo que o atleta chegue à equipe com uma posição por ele mesmo definida, o mesmo poderá passar por mudança pelos motivos coletivos, podendo isso ter interferência na escolha da posição no futebol. De modo geral, mesmo com alguns possíveis fatores importantes na escolha da posição no futebol como pais, treinador e a mídia, os meninos nesta idade (13 anos) já se sentem convictos para atuar e continuar atuando na atual posição, acreditando no seu próprio potencial.

Downloads

Publicado

2020-07-31

Como Citar

Delevatti, R. S., Pertile, R. S., & Delevatti, V. dos S. F. . (2020). A ESCOLHA DA POSIÇÃO NO FUTEBOL: INFLUÊNCIA DE PAIS, TREINADOR E MÍDIA. BIOMOTRIZ, 14(2), 48-58. https://doi.org/10.33053/biomotriz.v14i2.29

Edição

Seção

Artigos