USO DO CONCEITO DE PERFORMANCES COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DO KARATE: UM BREVE RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Lucas Monteiro Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.33053/biomotriz.v14i3.41

Palavras-chave:

Karate. Ensino . Performances. Performances Culturais.

Resumo

O presente relato de experiência tem como objetivo apresentar a articulação do conceito de performances com o ensino do karate em ambiente não escolar. A metodologia utilizada em campo para coleta de dados foi o diário de campo, além da pesquisa bibliográfica para devida articulação com o conceito proposto. É possível concluir que o conceito de performances utilizado no ensino do karate pode contribuir para a potencialização do processo de ensino e aprendizagem e possibilitar novos caminhos metodológicos.

Referências

ABERNETHY, I. Bunkai-Jutsu: The practical application of Karate Kata. Cockermouth. NETH. 2002.

FROSI, T. O. MAZO, J. Z. Repensando a história do karate contada no Brasil. Revista brasileira de Educação Física e Esporte, São Paulo, v.25, n.2, p.297-312, abr./jun. 2011.

FROSI, T. O. Curso de Extensão em Karate-Do UFRGS. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2014.

MATTSON, G. E. Uechiryu karate do: Classical Chinese Okinawan Self Defense. Newton, Peabody. 2009.

MEDRADO, B. et al. Diários como atuantes em nossas pesquisas: narrativas ficcionais implicadas. IN: Spink et al. (Orgs). A produção de informação na pesquisa social: compartilhando ferramentas. Rio de Janeiro: Centro Edelstein de Pesquisa Social. 2014.

ROSSI, L. et al. Avaliação antropométrica de atletas de Karatê. Revista brasileira de Ciência e Movimento. 2007; 15(3): 39-46.

SCHECHNER, R. Performance studies: an introduction. 3ª ed. New York, Routledge. 2013.

SUZUKI, T. A historical evolution classical karate-do to modern Sport karate. Karate Ontario Symposium. 2008.s

Downloads

Publicado

2020-11-16

Como Citar

Monteiro, L. (2020). USO DO CONCEITO DE PERFORMANCES COMO FERRAMENTA METODOLÓGICA NO ENSINO DO KARATE: UM BREVE RELATO DE EXPERIÊNCIA. BIOMOTRIZ, 14(3), 18-28. https://doi.org/10.33053/biomotriz.v14i3.41

Edição

Seção

Educação Física e Esportes na escola e fora da escola