PREVALÊNCIA E IMPACTO DA COVID-19 EM PESSOAS IDOSAS INSTITUCIONALIZADAS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Autores

  • Felipe Lima Rebêlo CESMAC/UNCISAL
  • Júlio Matheus Souza Lisboa Centro Universitário Cesmac
  • Willian Carneiro Rios de Oliveira Centro Universitário Cesmac
  • Rodrigo da Silva Santos

DOI:

https://doi.org/10.33053/biomotriz.v15i1.461

Palavras-chave:

Infecções por Coronavírus, Idoso, Infecções Instituições de Longa Permanência para Idosos.

Resumo

A taxa de letalidade, somada ao perfil exponencial de contágio e transmissão do vírus SARS-CoV2, causador da COVID-19, coloca o público idoso em evidência, sendo o maior público infectado, pois além das modificações fisiológicas do envelhecimento, as comorbidades e patologias associadas faz desse grupo o mais vulnerável. Com isso, uma realidade até então oculta vem sendo enfaticamente exposta: a fragilidade de idosos residentes em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI). Assim, o objetivo desse estudo foi realizar uma revisão bibliográfica sobre a prevalência e os impactos na saúde física e mental de idosos institucionalizados. rata-se de uma revisão de literatura simples. A pesquisa foi realizada nas bases de dados Pubmed, Scielo, Lilacs e Google Acadêmico, utilizando a estratégia de busca: “Homes for the Aged” AND Coronavirus AND “Coronavirus Infections” AND Aged.  Foram selecionados 94 artigos. Após análise, foram inclusos cinco artigos, e excluídos 89 por não serem relevantes para a temática. O levantamento bibliográfico referente a prevalência, gravidade e mortalidade por Covid-19 em idosos institucionalizados revelou um expressivo acometimento dessa população, bem como, um número significativo de casos graves e número de óbitos. Além de todas as complicações, foi notado um impacto relevante relacionado a aspectos físicos, mentais e comportamentais desse público. Contudo, ainda faz-se necessário estudos mais apronfudados de quais impactos cognitivos, musculoesqueleticos, cardiovasculares, estão sendo causados nesses idosos, visto que tal população necessita de cuidados específicos, com o intuito de diminuir os danos causados pelo vírus.

Referências

AYALON, Liat et al. Long-term care settings in the times of COVID-19: challenges and future directions. International psychogeriatrics, v. 32, n. 10, p. 1239-1243, 2020.

BANERJEE, Debanjan. The COVID-19 outbreak: Crucial role the psychiatrists can play.

Asian journal of psychiatry, v. 50, p. 102014, 2020.

BARBOSA, Isabelle Ribeiro et al. Incidência e mortalidade por COVID-19 na população idosa brasileira e sua relação com indicadores contextuais: um estudo ecológico. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 23, n. 1, 2020.

EL HAJ, Mohamad et al. Alta depressão e ansiedade em pessoas com doença de Alzheimer

que viviam em lares de idosos durante a crise covid-19. Pesquisa em psiquiatria, v. 291, p.

, 2020.

ETARD, Jean François et al. Potential lethal outbreak of coronavirus disease (COVID-19)

among the elderly in retirement homes and long term facilities, France, March 2020. Euro surveillance, v. 25, n. 15, p. 2000448, 2020.

FALLON, Aoife et al. COVID-19 em lares de idosos. QJM: An International Journal of

Medicine, v. 113, n. 6, pág. 391-392, 2020.

HANIPOUR, Somayeh; MONTEVERDE, Settimio; PETER, Elizabeth. COVID- 19 related deaths in long term care: The moral failure to care and prepare. 2020.

FLORES, T. G.; LAMPERT, M. A. Por que idosos são mais propensos a eventos adversos

com a infecção por covid-19. Monografia [pós-graduação em gerontologia] Universidade

Federal de Santa Maria, Santa Maria-RS-Brasil, 2020.

GANDHI, Monica; YOKOE, Deborah S.; HAVLIR, Diane V. Asymptomatic transmission, the

Achilles heel of current strategies to control COVID-19. 2020.

GILBERT, Gwendolyn L. COVID 19 in a Sydney nursing home: a case study and lessons

learnt. The Medical Journal of Australia, v. 213, n. 9, p. 393, 2020.

GORDON, Adam et al. COVID in Care Homes Difficulties and Dilemmas in Healthcare

Delivery. Age and Ageing, 2020.

KITTANG, Bård Reiakvam et al. Utbrudd av covid-19 ved tre sykehjem i Bergen. Tidsskrift

for Den norske legeforening, 2020.

LIU, Kui et al. Clinical characteristics of novel coronavirus cases in tertiary hospitals in Hubei Province. Chinese medical journal, 2020.

MACHADO, Carla Jorge et al. Estimativas de impacto da COVID-19 na mortalidade de idosos institucionalizados no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, p. 3437-3444, 2020.

MORAES, Edgar Nunes de et al. COVID-19 nas instituições de longa permanência para idosos: Estratégias de rastreamento laboratorial e prevenção da propagação da doença. Ciência

& Saúde Coletiva, v. 25, p. 3445-3458, 2020.

NAHARCI, Mehmet Ilkin; KATIPOGLU, Bilal; TASCI, Ilker. Coronavirus 2019 (COVID-19) outbreak and geropsychiatric care for older adults: a view from Turkey. International psychogeriatrics, v. 32, n. 10, p. 1193-1197, 2020.

PEGORARI, Maycon S.; RUAS, Gualberto; PATRIZZI, Lislei J. Estudo da relação entre

fragilidade e função respiratória em idosos comunitários. Revista Brasileira de Fisioterapia,

v. 17, n. 1, p. 9-16, 2013.

READ, Jonathan M. et al. Novel coronavirus 2019-nCoV: early estimation of epidemiological

parameters and epidemic predictions. MedRxiv, 2020.

SACCO, Guillaume et al. COVID-19 in seniors: Findings and lessons from mass screening in

a nursing home. Maturitas, v. 141, p. 46-52, 2020.

VELAYUDHAN, Latha; AARSLAND, Dag; BALLARD, Clive. Saúde mental de pessoas que

vivem com demência em lares de idosos durante a pandemia de COVID-19. International

Psychogeriatrics, v. 32, n.10, pág. 1253-1254, 2020.

Downloads

Publicado

2021-07-28

Como Citar

Lima Rebêlo, F., Souza Lisboa, J. M. ., Carneiro Rios de Oliveira, W. ., & da Silva Santos, R. . . (2021). PREVALÊNCIA E IMPACTO DA COVID-19 EM PESSOAS IDOSAS INSTITUCIONALIZADAS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. BIOMOTRIZ, 15(1), 183-193. https://doi.org/10.33053/biomotriz.v15i1.461

Edição

Seção

Artigos