DORES E DESCONFORTOS NAS COSTAS EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DAS ESCOLAS PÚBLICAS

Autores

  • Fernanda Ramos Martins
  • Alana Martins da Veiga Martins da Veiga Universidade do Norte do Paraná
  • Giovani Sturmer

DOI:

https://doi.org/10.33053/biomotriz.v16i1.499

Resumo

Atualmente observam-se alterações na coluna de indivíduos jovens devido ao uso incorreto do material escolar, e equipamentos eletrônicos, que estão sendo considerados fatores de risco para desconfortos e dores corporais. Essa pesquisa teve como objetivo detectar e descrever os desconfortos e dores apresentados pelos estudantes e a presença dos fatores de risco, que podem gerar problemas mais complexos. Trata-se de um estudo epidemiológico, transversal, descritivo e analítico com 157 alunos do município de Tupanciretã/RS. Estes foram avaliados através de avaliação postural, pesagem do material escolar e do aluno, e verificação de queixas de dores e desconfortos corporais através do diagrama de Corllet e Manenica, além de um questionário sobre atividades diárias. Na avaliação postural foi possível identificar alterações na coluna cervical, sendo 33% por protrusão. Na avaliação das dores e desconfortos musculoesqueléticos, houve predominância leve na região do pescoço, ombros, costas médio e inferior, e moderado em pescoço, costas superior, costas médio, costas inferior e ombros. Observou-se a presença de inclinação cervical em 52% dos alunos, sendo 30% com inclinação cervical acentuada. Conclui-se que a grande parte dos alunos usa o material escolar de um lado do corpo, ou fazem o uso de bolsa, embora nem sempre de forma correta. Foram encontradas alterações posturais, como a presença de inclinações laterais da coluna, desníveis nos ombros, além de dor nos ombros, na região cervical, nas costas superior e pescoço. Sugere-se ainda que esses problemas podem ser desencadeados pelo uso do material de forma incorreta e pelo uso excessivo do celular.

 

Palavras-chave: Postura. Ergonomia. Jovens.

Referências

AKRAM A. The effect of school bag weight on pain, posture, and vital capacity of the lungs of three elementary schools in Bethlehem district in Palestine. Middle East Journal of Family Medicine. V.7, n.7, p 7-14, 2009.

ALAF A., S. A.S. ,RAHMAN, A. Cumulative musculoskeletal disorders to computer products use in Arabic children and adolescents. Indian Journal Physiother OccupTher. V.4 n.2, 2010.

AZEVEDO, R. et al. O contributo da Educação Física na deteção e prevenção de problemas posturais nos alunos. Didática da educação física: perspectivas, interrogações e alternativas, p. 61-72, 2018.

CANDOTTI, C. T.; ROTH, E.; NOLL, M. Assessment of weight and mode of transport of school material in high school education. Revista Paulista de Pediatria, São Paulo, v. 30, n. 1, p.100-106, 2012.

CANDOTTI, C.T. et al. Escola postural: uma metodologia adaptada para crianças. Revista Arquivos em Movimento, Rio de Janeiro, v. 2, p. 34-49, 2009.

CASTELLUCCI B.L. Postura ,disconfort y productividad durante la ejecución de tareas de mecanografíaen computadores personales portátiles tipo netbook , con y sin modificaciones ergonómicas. Sigweb, 2009.

CORLET,N;WILSON,J; MANENICA,I. The ergonômica of wirking posturas.london: Taylor e Francis, 1986.

DOCKRELL, S.; BENNETT, K.; CULLETON-QUINN, E.Computer use and musculoskeletal symptoms among undergraduate university students. Computers & Education, v. 85, p. 102-109, 2015.

DUTTON M. Fisioterapia Ortopédica – exame, avaliação e intervenção. Porto Alegre: Artmed, v.1, 2009.

EISENSTEIN, E.; DA SILVA, E.J.C. Crianças, adolescentes e o uso intensivo das tecnologias de informação e comunicação: desafios para a saúde. ICT KIDS ONLINE BRAZIL SURVEY, p. 117, 2016. Disponível em: https://cetic.br/media/docs/publicacoes/2/TIC_Kids_2015_LIVRO_ELETRONICO.pdf

FERREIRA, A.C. et al. Análise postural e fotogramétrica em adolescentes de escola integral de Caruaru-PE. Revista Inspirar Movimento & Saúde, v. 8, n. 1, 2016.

GRAUP, S. SANTOS, S.G.; MORO, A.R.P. Estudo descritivo de alterações posturais sagitais da coluna lombar em escolares da rede federal de ensino de Florianópolis. Revista Brasileira de Ortopedia, v. 45, n. 5, p. 453-9, 2010.

GUIMARÃES G.I. Um estudo de caso sobre o uso de computador portátil e implicações ergonômicas em uma universidade brasileira. XVII simpósio Eng produção. V.1 n.1 p.5-5, 2011.

IUNES D.H.; CECÍLIO M.B.B. Análise quantitativa do tratamento da escoliose idiopática com o método klapp por meio da biofotogrametria computadorizada. Revista brasileira de fisioterapia. v.14 n.2, pag. 133-40, 2010.

KENDALL, FP.; MCCREARY, EK.; PROVANCE, PG. Músculos: provas e funções. São Paulo: Manole, 1995.

KENNETH K. H. Inclinar a cabeça para checar o celular prejudica a coluna, diz estudo. Folha de S. Paulo. São Paulo. 24 nov. 2014.

KIM, M.S. Influence of neck pain on cervical movement in the sagittal plane during smartphone use. Journal of Physical Therapy Science, v. 27, n. 1, p. 15–17, 2015.

KUSSUKI, M.O.M.; JOÃO, S.M.S.; DA CUNHA, A.C.P. Caracterização postural da coluna de crianças obesas de 7 a 10 anos. Fisioterapia em movimento, v. 20, n. 1, 2017.

LEALDINO, N.M.F. et al. Revisão de literatura sobre as principais alterações posturais em crianças. Anais da 14ª mostra de iniciação cientifica-CONGREGA URCAMP-, p. 634-635, 2018.

LEE J, S. K. The comparison of cervical repositioning errors according to smartphone addiction grades. Journal of physical therapy science. V. 26. N4. P. 595-598 2014.

LEE S.; KANG H.; SHIN G. Head flexion angle while using a smartphone. Ergonomics. v. 58 n.2 p.220-226.

LEE, M. et al. The effects of smartphone use on upper extremity muscle activity and pain threshold. Journal of Physical Therapy Science, v. 27, p. 1743–1745, 2015.

LI B. et al. A comparative ergonomics study: Performing reading-based task son a largescale tabletop vs. laptop. Int J IndErgon. v.42, n.1, p. 156–161, 2012.

LUZ FILHO C.A. et al. Relação entre peso e transporte da mochila escolar e alterações posturais em escolares de Caxias-MA. Revista Ciência & Saberes-Facema, v. 1, n. 2, p. 124-129, 2015.

MOREIRA, J.B. et al. Análise postural em estudantes de uma escola pública de Viçosa, Minas Gerais. | Journal of Management & Primary Health Care|, v. 7, n. 1, p. 89-89, 2016.

OLIVEIRA L.O. De. OLIVEIRA J.H.R. GODOY, L.P. LORENZETT D.B. GODOY, T.P. Análise de riscos ocupacionais para implantação de melhorias em uma clínica renal. Revista de Administração da UFSM .v. 6 n.4, p.720–739, 2013.

OLIVEIRA, R.A.N.S. Estudo longitudinal sobre factores de risco biomorfológicos e psicossociais associados aos problemas musculoesqueléticos da coluna lombar em adolescentes. Data da entrega: dez, 2010. Tese de doutorado. Lisboa: Faculdade de Motricidade Humana da Universidade Técnica de Lisboa. Portugal. 2010

OMS. (2003). Saúde da Criança e Adolescente. Consultado a 29 de dezembro de 2015, em: http://www.who.int/en/

OSHIRO, V.A.; FERREIRA, P.G.; DA COSTA, R.F.. Alterações posturais em escolares: uma revisão da literatura postural deviations in school children: a literature review. Revista de Atenção à Saúde (antiga Rev. Bras. Ciên. Saúde), v. 5, n. 13, 2010.

PAULINO.L.E. Intervenção fisioterapêutica educativa na saúde escolar: um estudo de caso. Trabalho de conclusão de curso. Universidade Estadual da Paraíba, Campina Grande, 2012.

PIRES, E.D.O et al. Avaliação dos sintomas osteomusculares e qualidade de vida no trabalho em motoristas do transporte coletivo urbano de Goiânia. Revista de trabalhos acadêmicos –UNIVERSO- GOIÂNIA, n. 4, 2017.

RAKHADANI, P. B., D. T. Goon, and A. Mandeya.”Musculoskeletal Problems Associated with University Students Computer Users: A Cross-Sectional Study. Online Journal of Health & Allied Sciences v.16 n.2 p.7, 2017.

SANTOS, A.M.C.D. et al .Alterações posturais da coluna vertebral em indivíduos jovens universitários: análise por biofotogrametria computadorizada. Saúde e Pesquisa, v. 7, n. 2, 2014.

SAUERESSIG IB, OLIVEIRA VMAD, XAVIER MKA et al. Prevalence of musculoskeletal pain in adolescents and its association with the use of electronic devices. RevistaDor, v.16 n.2 p. 129-135, 2015.

TORSHEIM, T. et al. Screen-based activities and physical complaints among adolescents from the Nordic countries. BMC public health. v.10 n.1, p.324, 2010.

VASCONCELOS, G.A.R. et al. Avaliação postural da coluna vertebral em escolares surdos de 7-21 anos. Fisioterapia em Movimento, v. 23, n. 3, 2010.

XIE, Y.; SZETO, G.; DAI, J. Prevalence and risk factors associated with musculoskeletal complaints among users of mobile handheld devices: A systematic review. Applied ergonomics, v. 59, p. 132-142, 2017.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

Ramos Martins , F. ., Martins da Veiga, A. M. da V., & Sturmer, G. (2022). DORES E DESCONFORTOS NAS COSTAS EM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DAS ESCOLAS PÚBLICAS. BIOMOTRIZ, 16(1), 81-93. https://doi.org/10.33053/biomotriz.v16i1.499

Edição

Seção

Artigos