EFICÁCIA DO MÉTODO PILATES EM PESSOAS SAUDÁVEIS: UMA REVISÃO NARRATIVA

Autores

  • Juliane Bregalda Universidade de Passo Fundo
  • Rodrigo Sudatti Delevatti Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.33053/biomotriz.v16i1.569

Palavras-chave:

Exercício físico, Saúde, Técnicas de Exercício e de Movimento, Pilates, Physical Exercise, Health, Exercise Movement Techniques

Resumo

Esta pesquisa possui o objetivo de verificar na literatura, como vem sendo atestada a eficácia do método Pilates e sua influência em indivíduos saudáveis. Trata-se de uma revisão narrativa. Os artigos foram selecionados em maio de 2021, nas bases de dados PubMed e Lilacs, sendo utilizada a palavra-chave Pilates e o filtro para ensaios clínicos. Foram incluídos artigos que cumpriram os seguintes critérios: estudos clínicos randomizados, controlados, com indivíduos saudáveis, com grupo de intervenção em Pilates, nas línguas portuguesa e inglesa, com acesso gratuito e publicados nos últimos 5 anos, exceto artigos de revisão de literatura. Dos 234 artigos encontrados na busca, 4 artigos foram selecionados. A extração dos dados foi feita de forma padronizada com os seguintes dados: título, referências bibliográficas, método (número de participantes, características da amostra, grupos em que a amostra foi randomizada, frequência semanal, duração da intervenção, duração da sessão, exercícios e modo de progressão utilizados na intervenção), objetivo do estudo e principais resultados. Observou-se que a intervenção do método Pilates, de maneira geral, foi capaz de gerar melhorias na maior parte dos desfechos pesquisados em indivíduos saudáveis, sendo eles: equilíbrio, força, flexibilidade, qualidade de vida, postura e desempenho na corrida.

 

Referências

ABASIYANIK, Zuhal et al. The effects of Clinical Pilates training on walking, balance, fall

risk, respiratory, and cognitive functions in persons with multiple sclerosis: A randomized

controlled trial. Explore, New York, v.16, n.1, p.12–20, jan./fev. 2020. Disponível em: https://

doi.org/10.1016/j.explore.2019.07.010. Acesso em: 9 dez. 2021.

AIBAR-ALMAZÁN, Agustín et al. Effects of Pilates training on sleep quality, anxiety,

depression and fatigue in postmenopausal women: A randomized controlled trial. Maturitas,

Netherlands, v.124, s/n, p. 62 - 67, junho, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.

maturitas.2019.03.019. Acesso em: 9 dez. 2021.

CARRASCO-POYATOS, María; RAMOS-CAMPO, Domingo J.; RUBIO-ARIAS, Jacobo A.

Pilates versus resistance training on trunk strength and balance adaptations in older women:

a randomized controlled trial. PeerJ, v. 7, e7948, nov. 2019. Disponível em: https://doi.

org/10.7717/peerj.7948. Acesso em 10 jun. de 2021.

COSTA, Letícia Miranda Resende da et al. Os Efeitos do Método Pilates Aplicado

à População Idosa: Uma Revisão Integrativa. Revista Brasileira de Geriatria e

Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 19, n. 4, p. 695-702, ago. 2016. Disponível em: https://doi.

org/10.1590/1809-98232016019.150142. Acesso em: 10 jun. 2021.

CRUZ-DÍAZ, David et al. The effectiveness of 12weeks of Pilates intervention on disability,

pain and kinesiophobia in patients with chronic low back pain: a randomized controlled

trial. Clinical Rehabilitation, London, vol. 32, n.9, p.1249-1257, set. 2018. Disponível em:

doi:10.1177/0269215518768393. Acesso em: 9 dez. 2021.

CRUZ, Josiane Cristiane et al. The Pilates method in the rehabilitation of musculoskeletal

disorders: a systematic review. Fisioterapia em Movimento, Curitiba, v. 29, n. 3, p. 609-

, jul.-set. 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1980-5918.029.003.AO19. Acesso

em: 4 jun. 2021.

CURI, Vanessa Sanders et al. Effects of 16-weeks of Pilates on functional autonomy and

life satisfaction among elderly women. Journal of bodywork and Movement Therapies,

New York, v.22, n.2, p.424-429, abr, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.

jbmt.2017.06.014. Acesso em: 9 dez. 2021.

DE OLIVEIRA, Renata Michele Angelo et al. Influence of quick massage and Pilates on

the occupational health of workers of a private value securities network agency: A clinical,

controlled, randomized and blind study. Clinical & Biomedical Research, Porto Alegre, v.

, n. 3, p.206-212, nov. 2018. Disponível em: https://doi.org/10.4322/2357-9730.81131.

Acesso em: 4 jul. 2021.

FERNÁNDEZ-RODRÍGUEZ, Rubén et al. Pilates improves physical performance and

decreases risk of falls in older adults: a systematic review and meta-analysis. Physiotherapy

jornal, v.112, s/n, p.163-177, set. 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.

physio.2021.05.008. Acesso em: 9 dez. 2021

FINATTO, Paula et al. Pilates training improves 5-km run performance by changing

metabolic cost and muscle activity in trained runners. PLoS ONE, San Francisco, v13, n.3, p.

-16, mar. 2018. Disponível em: https://journals.plos.org/plosone/article?id=10.1371/journal.

pone.0194057. Acesso em: 9 jul. 2021.

FRANÇA, Grazielly Guedes. Eficácia do Pilates em pessoas saudáveis: uma revisão

sistemática. Monografia, Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional,

Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2016. Disponível em: http://hdl.

handle.net/1843/BUBD-AQCFPL. Acesso em: 4 jul. 2021.

GONZÁLEZ-GÁLVEZ, Noelia et al. Effect of 9-month Pilates program on sagittal spinal

curvatures and hamstring extensibility in adolescents: randomised controlled trial. Scientific

Reports, v. 10, n. 9977, p. 1-8, jun. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1038/s41598-020-

-2. Acesso em: 4 jul. 2021.

KALRON, Alon et al. Pilates exercise training vs. physical therapy for improving walking

and balance in people with multiple sclerosis: a randomized controlled trial. Clinical

Rehabilitation, London, v.31, n.3, p.319–328, mar. 2017. Disponível em: https://doi.

org/10.1177/0269215516637202. Acesso em: 9 dez. 2021.

LAWS, Anna; WILLIAMS, Sean; WILSON, Cassie. The Effect of Clinical Pilates

on Functional Movement in Recreational Runners. International Journal of Sports

Medicine, New York, v.38, n.10, p.776-780, set. 2017. Disponível em: https://doi.

org/10.1055/s-0043-111893. Acesso em: 9 dez. 2021.

LIMA, Karen Jardim; BRAZ, Melissa Medeiros. Efeitos do método mat Pilates sobre o

equilíbrio estático em mulheres jovens e sedentárias. Fisioterapia Brasil, Rio de Janeiro, v.

, n. 3, p. 250-255, out. 2016. Disponível em: https://portalatlanticaeditora.com.br/index.

php/fisioterapiabrasil/article/view/484/1453. Acesso em: 4 de dez, 2021.

MARÉS, Gisele et al. A importância da estabilização central no método Pilates:

uma revisão sistemática. Fisioterapia em Movimento, Curitiba, v. 25, n.

, p. 445-451, abr.-jul. 2012. Disponível em: https://www.scielo.br/j/fm/a/

Wh4SCMwKZy69fyrXRvcPCDH/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 4 de dez, 2021.

MENDES, Karina Dal Sasso et al. Revisão integrativa: método de pesquisa para a

incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto & Contexto - Enfermagem,

Florianópolis, v. 17, n. 4, p. 758-764, out./dez.2008. Disponível em: https://doi.org/10.1590/

S0104-07072008000400018. Acesso em: 4 de dez. 2021.

MOSTAGI, Fernanda Queiroz et al. Pilates versus general exercise effectiveness on pain

and functionality in non-specific chronic low back pain subjects. Journal of Bodywork and

Movement Therapies, New York, v.19, n.4, p. 636–645, out. 2015. Disponível em: https://

doi.org/10.1016/j.jbmt.2014.11.009. Acesso em: 9 dez. 2021.

NATOUR, Jamil et al. Pilates improves pain, function and quality of life in patients with

chronic low back pain: a randomized controlled trial. Clinical rehabilitation, London, v.29,

n.1, p. 59–68, jan. 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1177/0269215514538981. Acesso

em: 9 dez. 2021.

OMS. WHO guidelines on physical activity and sedentary behaviour. Geneva, 2020.

Disponível em: https://www.who.int/publications/i/item/9789240015128. Acesso em: 15 jul.

PILATES, Joseph. A obra completa de Joseph Pilates. São Paulo: Phorte; 2010.

SINZATO, Camila Régis et al. Efeitos de 20 sessões do método Pilates no alinhamento

postural e flexibilidade de mulheres jovens: estudo piloto. Fisioterapia e Pesquisa, São

Paulo, v. 20, n. 2 p. 143-150, jun. 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1809-

Acesso em: 9 dez. 2021.

Downloads

Publicado

2022-03-04

Como Citar

Bregalda, J., & Sudatti Delevatti, R. (2022). EFICÁCIA DO MÉTODO PILATES EM PESSOAS SAUDÁVEIS: UMA REVISÃO NARRATIVA. BIOMOTRIZ, 16(1), 36-44. https://doi.org/10.33053/biomotriz.v16i1.569

Edição

Seção

Artigos