ANÁLISE DOS CONCEITOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA - LIBERDADE, IGUALDADE E AUTONOMIA FORMAL NO ÂMBITO DO ESTADO – E EMANCIPAÇÃO HUMANA - LIBERDADE E IGUALDADE EFETIVA NA SOCIEDADE CIVIL

Autores

  • Gerson Lucas Padilha de Lima Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, PR, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.33053/dialogus.v9i2.18

Palavras-chave:

Marx. Emancipação Política. Emancipação Humana. Revolução Social. Comunismo.

Resumo

A análise do conceito de emancipação política no pensamento de Marx ocorre mediante a apreensão da ideia abstrata de autonomia de pessoa humana e da liberdade e igualdade parcial radicado no campo jurídico e político do Estado Moderno que teve na filosofia hegeliana sua tematização mais acabada. Todavia, Marx propõe uma sociabilidade alternativa a ordem capitalista mediante a proposição da emancipação humana: liberdade e igualdade do povo na sociedade civil. Assim, o ser genérico - o indivíduo que traz na sua particularidade a universalidade do gênero humano -, superando a liberdade formal busca viver no dia a dia suas virtualidades humanas, físicas e espirituais. Mediante a práxis revolucionária busca-se superar a propriedade privada, o Estada burguês, a cisão do tecido social entre classes: fundamentalmente entre burguesia e proletariado, bem como os processos de alienação que esta estrutura social enseja. Esta incumbência pertence historicamente ao proletariado que tem no comunismo a possibilidade de realização efetiva de sua auto emancipação humana.

Biografia do Autor

Gerson Lucas Padilha de Lima, Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, PR, Brasil

Doutorando em Filosofia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná- UNIOESTE.

Downloads

Publicado

2020-12-03

Como Citar

Lima, G. L. P. de. (2020). ANÁLISE DOS CONCEITOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA - LIBERDADE, IGUALDADE E AUTONOMIA FORMAL NO ÂMBITO DO ESTADO – E EMANCIPAÇÃO HUMANA - LIBERDADE E IGUALDADE EFETIVA NA SOCIEDADE CIVIL. DI@LOGUS, 9(2), 21-32. https://doi.org/10.33053/dialogus.v9i2.18

Edição

Seção

Artigos