A METODOLOGIA DE UM PROFESSOR PODE SER PRECURSORA DO BULLYING?

Autores

  • Jusceliany Rodrigues Leonel Correa Fucape Business School, Nova Mutum, MT, Brasil
  • Simone Gobi Marcolan Centro Universitário, Lucas do Rio Verde, MT, Brasil
  • Arlete Cherobini Orth Centro Universitário, Lucas do Rio Verde, MT, Brasil
  • Edivaldo Rios Centro Universitário, Lucas do Rio Verde, MT, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.33053/dialogus.v9i2.254

Palavras-chave:

Professor de Educação Física. Metodologia. Bullying.

Resumo

O presente artigo teve como objetivo reconhecer as metodologias de um professor de Educação Física e sua relação com ações que promovam o bullying. Para tanto, realizou-se um levantamento bibliográfico apresentando os aspectos conceituais quanto às metodologias desenvolvidas nas aulas de Educação Física, o bullying no ambiente escolar e os mecanismos de prevenção. Com base nos processos técnicos, classifica-se como pesquisa de campo, onde adotou-se uma pesquisa exploratória, com método dedutivo e abordagem qualitativa, tendo como universo da pesquisa professores de Educação Física da rede municipal de ensino de Lucas do Rio Verde. Como instrumento de pesquisa utilizou-se um questionário com perguntas abertas, fechadas e espaço para outras manifestações, previamente elaborado pelo pesquisador conforme os objetivos da pesquisa, encaminhados por e-mail, considerando a necessidade de afastamento social mediante a crise causada pelo coronavírus. Assim, as análises partiram do entendimento e conhecimento do pesquisador, com base na literatura consultada/estudada e nas discussões com a orientadora. Constatou-se que os professores de educação física sabem pouco sobre o fenômeno bullying que repercute na forma de elaborar um planejamento, havendo uma necessidade urgente de investir na formação continuada desses professores, a fim de promover uma atuação mais eficaz diante das relações no ambiente escolar, como no caso do bullying. Assim, identifica-se que as metodologias desenvolvidas por meio do professor de Educação Física, venham a ser precursoras do bullying.

 

 

Biografia do Autor

Jusceliany Rodrigues Leonel Correa, Fucape Business School, Nova Mutum, MT, Brasil

Doutoranda em Ciências Contábeis

Simone Gobi Marcolan, Centro Universitário, Lucas do Rio Verde, MT, Brasil

Mestre em Ciências da Educação.

Edivaldo Rios, Centro Universitário, Lucas do Rio Verde, MT, Brasil

Licenciado em Educação Física

Downloads

Publicado

2020-12-11

Como Citar

Correa, J. R. L. ., Marcolan, S. G. ., Orth, A. C., & Rios, E. (2020). A METODOLOGIA DE UM PROFESSOR PODE SER PRECURSORA DO BULLYING?. DI@LOGUS, 9(2), 57-71. https://doi.org/10.33053/dialogus.v9i2.254

Edição

Seção

Artigos