A IMPORTÂNCIA DO PROFESSOR MEDIADOR NA ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Autores

  • Carine Nascimento da Silva Universidade de Cruz Alta
  • Mariana Figueira Fontoura
  • Sabrina Figueira
  • Marlene Przylinski
  • Vaneza Cauduro Peranzoni

DOI:

https://doi.org/10.33053/gedecon.v8i1.183

Resumo

A presente pesquisa tem por objetivo analisar as diferenças dos métodos de alfabetização desenvolvidos em diferentes escolas. E tem como objetivos específicos identificar as características entre os diferentes métodos de alfabetização e compreender como se dá os diversos tipos de alfabetização em contextos diferentes. Nessa premissa, esta pesquisa trata-se de uma pesquisa de natureza descritiva, de abordagem qualitativa. A população da pesquisa foram quatro professores alfabetizadores. O instrumento da pesquisa foi um questionário semiestruturado, no qual os dados coletados foram analisados e a partir disso emergiram reflexões sobre o processo de alfabetização. Os resultados ratificam a importância do professor alfabetizador, bem como sua prática em sala de aula. Outro fator marcante é a compreensão de que os educadores necessitam de formação contínua, é desse modo que irão aprimorar sua prática. A partir do estudo, concluiu-se que o professor é o agente possibilitador e que os alunos de hoje serão o futuro de amanhã.

Referências

ALMEIDA, M. A. P. Métodos alfabetizadores: reflexões acerca da prática pedagógica de uma professora de 1ª série do ensino fundamental. Educere. Anais do II Congresso Nacional de Educação. Curitiba - Paraná, 2004.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa, Portugal. 1977.

BRANDÃO, C. R. A pergunta a várias mãos: a experiência da pesquisa no trabalho do educador. São Paulo: Cortez, 2003.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base nacional comum curricular. Brasília, DF, 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Diretrizes e normas regulamentadoras sobre pesquisa envolvendo seres humanos. Resolução nº 466, de 12 dez 2012. Brasília-DF, 2012.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional - Brasília: MEC, SEB, 2012.

CAVALCANTI, Z. (Org.). Alfabetizando. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

CAVICCHIA, D. C. et al. O Desenvolvimento da Criança nos Primeiros Anos de Vida. São Paulo- Araraquara, 2010.

CERVO, A. L. BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 5.ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

CHALITA, G. Educação: a solução está no afeto. São Paulo, 2001.

CREPALDI, E. M. F. A importância da família na escola para a construção do desenvolvimento do aluno. 2017. Disponível em < https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2017/25972_13983.pdf>. Acesso em: 20 set. 2019.

FEIL, I. T. S. Alfabetização: um desafio novo para um novo tempo. 12º ed. Ijuí: VozesFidene, 1990.

FERREIRO, E. Com todas as letras. 6º ed. São Paulo: Cortez 1997.

FERREIRO, E. Uma concepção do desenvolvimento da escrita na criança/ Marília Claret Gereaes. Duran – Petrópolis, RJ. Vozes, 2009.

FONTES, F. C. O.; BENEVIDES, A. S. Alfabetização de crianças: dos métodos à alfabetização em uma perspectiva de letramento. Fórum Internacional de Pedagogia. Vitória da Conquista/BA.Anais do V FIPED. Campina Grande/PB: Editora Realize, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 43. ed., São Paulo: Paz e Terra, 2011.

GODOY, A. S. Pesquisa qualitativa tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas. São Paulo, v. 35, n.3, p, 20-29 Mai./Jun. 1995.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. A. de A. Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Editora Atlas S.A. 2003.

LEAL, T. F.. Fazendo acontecer: o ensino da escrita alfabética na escola. In: MORAIS, Artur Gomes; ALBUQUERQUE, Eliana Borges Correia de; LEAL, Telma Ferraz. (Org.). Alfabetização: apropriação do sistema de escrita alfabética. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

MARTINS, G. de A. Manual para elaboração de monografias dissertações. 3 ed. São Paulo:Atlas, 1994.

MORTATTI, Maria Rosário Longo. João köpke (1852-1926) na história do ensino de leitura e escrita no Brasil. São Paulo: Unesp, v. 3, 2015.

NÓVOA, A. (org.). Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote,1997.

PIAGET, J. O nascimento da inteligência na criança. Rio de Janeiro, Zahar, 1974.

SOARES, M. Alfabetização e letramento. 6. Ed. – São Paulo: Contexto, 2010.

SOARES, M. Letramento e alfabetização: as muitas facetas. 2006.

TEIXEIRA, E. B. et al. A Análise de Dados na Pesquisa Científica importância e desafios em estudos organizacionais. Editora Unijui. Ijuí- RS 2003.

TFOUNI, L. V. Letramento e Alfabetização. 6. ed., São Paulo: Cortez, 2004. 103 p. (Coleção Questões da Nossa Época; v. 47)

Downloads

Publicado

2020-10-01

Como Citar

Nascimento da Silva, C., Figueira Fontoura, M. ., Figueira, S. ., Przylinski, M. ., & Cauduro Peranzoni, V. (2020). A IMPORTÂNCIA DO PROFESSOR MEDIADOR NA ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Revista GEDECON - Gestão E Desenvolvimento Em Contexto, 8(1), 149-161. https://doi.org/10.33053/gedecon.v8i1.183

Edição

Seção

Artigos - Direitos Humanos, Cidadania, Democracia e "novos direitos"