OS ENTREGADORES DE APLICATIVOS NO BRASIL E A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO NA ERA DIGITAL

Autores

  • Rômulo José Barboza dos Santos Universidade de Cruz Alta
  • Luís Guilherme Nascimento de Araújo Universidade de Cruz Alta
  • Tiago Anderson Brutti Universidade de Cruz Alta

DOI:

https://doi.org/10.33053/revint.v8i1.367

Palavras-chave:

Entregadores de aplicativos, Precarização do trabalho, Era digital, Decisões judiciais

Resumo

O presente trabalho é resultado de um levantamento bibliográfico realizado em doutrinas, artigos científicos e decisões judiciais dos Tribunais do Trabalho. Objetiva-se tecer considerações acerca da precarização do trabalho desempenhado pelos entregadores de aplicativos no Brasil, que constituem os modos de trabalho da era digital. Além disso, serão citadas decisões judiciais que reconheceram a existência da relação de trabalho entre os entregadores de aplicativos e as empresas contratantes. Utilizou-se o método de abordagem qualitativo, sendo a pesquisa bibliográfica e documental, com finalidade exploratória.

Biografia do Autor

Luís Guilherme Nascimento de Araújo , Universidade de Cruz Alta

Graduando em Direito pela Universidade de Cruz Alta (UNICRUZ). Bolsista do Projeto de Pesquisa “Filosofia Jurídica e Teoria Geral do Direito no Espectro da Teoria Crítica: contribuições brasileiras para a análise crítica do fenômeno jurídico”.

Tiago Anderson Brutti, Universidade de Cruz Alta

Doutor em Educação nas Ciências (UNIJUÍ). Pós-doutor em Filosofia (UNIOESTE). Professor no Curso de Direito e no Mestrado/Doutorado em Práticas Socioculturais e Desenvolvimento Social (UNICRUZ). Cruz Alta, Rio Grande do Sul, Brasil.

Referências

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2009a.

ANTUNES, Ricardo. Século XXI: nova era da precarização estrutural do trabalho?. In: ANTUNES, Ricardo; BRAGA, Ruy (Org.). Infoproletários: depredação real do trabalho virtual. São Paulo: Boitempo, 2009b.

BRASIL. Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, São Paulo, SP. Processo: 1000963-33.2019.5.02.0005. 14ª Turma. Relator: Des. Francisco Ferreira Jorge Neto. Disponível em: https://trt-2.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/818320543/10009633320195020005-sp. Acesso em: 05 set. 2020.

BRASIL. 2ª Vara do Trabalho da 15ª Região, Campinas, SP. Processo: 0011594-77.2017.5.15.0032. Juiz Bruno da Costa Rodrigues. Disponível em: https://csb.org.br/wp-content/uploads/2019/04/0011594-77.2017.5.15.0032-sentenc%CC%A7a.pdf. Acesso em: 05 out. 2020.

CONECTAS. Greve dos entregadores expõe precarização do trabalho por aplicativos. Portal Geledés, jul. 2020. Disponível em: https://www.conectas.org/noticias/greve-entregadores-precarizacao-trabalho-aplicativos. Acesso em: 07 set. 2020.

DELGADO, Maurício Godinho. Direitos fundamentais na relação de trabalho. Revista de Direitos e Garantias Fundamentais, Vitória, n. 2, p. 11-39, ago. 2007

DRUCK, Graça. Trabalho, precarização e resistências: novos e velhos desafios? Caderno CRH, Salvador, v. 24, n. 1, p. 37-57, 2011.

FERRER, Walkiria Martinez Heinrich; OLIVEIRA, Lourival José de. Uberização do trabalho sob a ótica do conceito de subordinação estrutural. Revista Direito UFMS, Campo Grande, v. 4, n. 1, p. 177-194, jan./jun. 2018.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo (Orgs.). Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

MARX, Karl. O capital: crítica da economia política: livro I: o processo de produção do capital. 2. ed. São Paulo: Boitempo, 2017.

MASCARO, Alysson Leandro. Estado e forma política. São Paulo: Boitempo, 2013.

MORATTI, Daniel Guzzo; BARBOSA, Otavio Luís. Entre motoristas e entregadores: trabalho ‘uberizado’ ainda mais precário em meio à pandemia. Grupo de Conjuntura da UFES, Espírito Santo, 2020. Disponível em: https://blog.ufes.br/grupodeconjunturaufes/2020/06/15/entre-motoristas-e-entregadores-trabalho-uberizado-ainda-mais-precario-em-meio-a-pandemia/. Acesso em: 05 out. 2020.

OLIVEIRA, Murilo Carvalho Sampaio. Subordinação jurídica: um conceito desbotado. Revista de Direito do Trabalho, São Paulo, v. 126, p. 107-138, abr./jun. 2007.

Downloads

Publicado

2021-02-26

Como Citar

Barboza dos Santos, R. J., Nascimento de Araújo , L. G. ., & Brutti, T. A. . (2021). OS ENTREGADORES DE APLICATIVOS NO BRASIL E A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO NA ERA DIGITAL . REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 8(1), 165-172. https://doi.org/10.33053/revint.v8i1.367

Edição

Seção

Mostra de Iniciação Científica - Ciências Sociais e Humanidades