O MAU USO DA MAQUIAGEM E SUAS POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33053/revint.v9i1.642

Palavras-chave:

Maquiagem, Acne, Biossegurança, Infecções

Resumo

A preocupação com a beleza e auto estima é um dos principais fatores da sociedade atual. Com o desenvolvimento das indústrias cosméticas a maquiagem se tornou algo corriqueiro na vida da maioria das pessoas. Atualmente, devido à maioria das mulheres preocuparem-se com sua beleza e auto-estima, a maquiagem não é mais um artigo de luxo e se tornou um elemento básico e uma necessidade no dia-a-dia das pessoas. Porém, muitas pessoas a utilizam de maneira errada, o que pode acarretar em vários problemas a saúde.O objetivo desse estudo foi identificaros hábitos dos usuários de maquiagem quanto à utilização e higienização dos produtos e também suas possíveis consequências para a pele quando usada incorretamente.Através de uma revisão bibliográfica foram analisados 12 artigos que abordamo tema.Foi encontrado que as maquiagens podem ser fatores agravantes, na transmissão de doenças de uma pessoa para outra, por meio do contato direto com o cosmético ou objetos e utensílios contaminados, como pincéis, por exemplo. A má remoção da maquiagem, também acarreta diversos problemas a pele como a acne. A maior parte das pessoas que praticam a automaquiagem e os maquiadores conhecem os riscos que a mesma pode ocasionar na saúde, contudo ignoram tais riscos. Com isso pode-se constatar que há uma falta de conscientização de maquiadores e usuários em relação ao mau uso das maquiagens, visto que a mesma quando usada de forma incorreta pode trazer danos a saúde.

Biografia do Autor

Valeska Martins, Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta, RS, Brasil

Bióloga. Doutora em Zoologia pela PUCRS. Professora na Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ

Referências

ABRIL. Como surgiu a maquiagem. 2018. Disponível em: https://super.abril.com.br/mundo-estranho/como-surgiu-a-maquiagem-2/. Acesso em: 6 dez. 2020.

ALMEIDA, A. P. R.; FIGUEREDO, F. L.; MORAIS, L. O. R.; COSTA, M. R.; SILVA, A. C. R. Os danos à saúde acarretados pelo mau uso das maquiagens. Revista Científica Faculdade de Balsas, v. 9, n. 2, p. 72-83, 2018.

ARAÚJO, R.; PEREIRA, C.; COSTA, C; ARAUJO, I.; MENDES, C.; GONÇALVES, G.; Avaliação de contaminantes microbiológicos em produtos cosméticos. Revista Iniciação Científica, p. 35-39, 2018.

BORBA, T. J.; THIVES, F. M. Uma reflexão sobre a influência da estética na auto estima, auto-motivação e bem estar do ser humano. 2018. Disponível em: http://siaibib01.univali.br/pdf/Tamila%20Josiane%20Borba.pdf. Acesso em: 6 dez. 2020.

BURNS, E. História da civilização ocidental. 2018. Disponível em: http://www.consciencia.org/a-revolucao-in-dustrial-dos-seculos-xix-e-xx. Acesso em: 02 dez. 2020.

FOPPA, V.C.; TIECHER, M.; CONTRI, R.V. Avaliação da biossegurança em estabelecimentos de aplicação de maquiagem. Revista Infarma Ciências Farmacêuticas, v. 30, n. 3, p. 178-184, 2018.

GIACONO, J.; GODOY,J.; LIZA, M.; GODOI,M.; OLIVEIRA,A.O uso da maquiagem associado ao protetor solar - ações e benefícios. 2017. Disponível em: https://portal.unisepe.com.br/unifia/wpcontent/uploads/sites/10001/2018/06/2017_anais.pdf#page=34. Acesso em: 11 ago. 2021.

KASVI, K. Qualidade Microbiológica em Produtos Cosméticos. 2016. Disponível em: https://kasvi.com.br/qualidade-microbiologica-cosmeticos/. Acesso em: 6 dez. 2020.

MACGREGOR, N. A história do mundo em 100 objetos. Disponível em: https://www.intrinseca.com.br/upload/livros/1oCAP_Historia100objetos.pdf. 2018. Acesso em: 06 dez. 2020.

PAES, S. L.; SILVA, N. M.; SOUZA, M. J. M. F. Revisão bibliográfica: microrganismos patogênicos em maquiagens e acessórios compartilhados. Ceres: Faculdade Evangélica de Ceres, 2019.

SILVA, J.; CAMARGO, B. Contaminação de maquiagens de uso coletivo por Staphylococcus aureus e Staphylococcus epidermidis. 2017. Disponível em: https://publicacoes.even3.com.br/preprint/contaminacao-de-maquiagens-de-uso-coletivo-por-staphylococcus-aureus-e-staphylococcus-epidermidis-407197. Acesso em: 02 dez. 2020.

SOUZA, V. S. Avaliação do sistema conservante frente a ação microbiológica em preparações farmacêuticas. 2019. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/25624. Acesso em: 6 dez. 2020.

STEINER, D. Beleza levada a sério. 3 ed. São Paulo: Rideel, 2010.

TELASSIM, J.; MORAES,T.. Os efeitos negativos do mau uso da maquiagem. UNINCOR: Universidade Vale do Rio Verde, 2013.

TORQUATO, G. Acne: o que fazer para evitar? 2013. Disponível em: <http://www.lersaude.com.br/acne-o-que-fazer-para-evitar>. Acesso em: 02 dez. 2020.

VARELA, D. Dicas para evitar acnes. 2016. Disponível em: https://drauziovarella.uol.com.br/dermatologia/dicas-para-evitar-acnes/#:~:text=O%20correto%20para%20evitar%20acnes,e%20sujeiras%E2%80%9D%2C%20explica%20Daxbacher. Acesso em: 02 dez. 2020.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Como Citar

Camargo Pierezan , A., & Martins, V. (2021). O MAU USO DA MAQUIAGEM E SUAS POSSÍVEIS CONSEQUÊNCIAS . REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 9(1), 212-218. https://doi.org/10.33053/revint.v9i1.642

Edição

Seção

Mostra de Iniciação Científica - Ciências Biológicas e da Saúde