GRIPE ESPANHOLA, VARÍOLA E COVID-19: ANÁLISE COMPARATIVA DE TRÊS PANDEMIAS

Autores

  • Livia Santos Martins Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ, Cruz Alta, RS, Brasil
  • Júlia Maira Sander Gianezini Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ, Cruz Alta, RS, Brasil
  • Valeska Martins Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta, RS, Brasil https://orcid.org/0000-0002-7157-5931

DOI:

https://doi.org/10.33053/revint.v9i1.650

Palavras-chave:

Coronavírus, Gripe, Influenza

Resumo

A pandemia do novo coronavírus teve início no final de 2019, quando na cidade de Wuhan, na China, realizou notificações de possíveis quadros clínicos de pneumonias repentinas e frequentes. Contudo somente após a investigação dos casos foi possível perceber que se tratava de algo mais grave, uma nova epidemia de escala global estava começando, marcada pela rápida disseminação do vírus logo nos primeiros meses de 2020. Este estudo estabeleceu uma comparação entre as principais pandemias analisando como cada uma delas aconteceu, assim explicando porque a COVID-19 poderia ter sido melhor administrada. Para abordar o tema foram realizadas buscas na literatura já existente não só em sites de navegação, como também de pesquisa científicas como a  Scielo e  a Pubmed, dos quais foram filtrados 29 e dentre eles, podem ser encontrados artigos e teses universitárias, boletins de conjuntura e revistas que respeitavam as exigências como palavras chaves e janela temporal de 2000 a 2020, assim foi possível criar um quadro estabelecendo relações entre cada fase das pandemias escolhidas: Gripe Espanhola, Varíola, Coronavírus. Com a revisão realizada se confirma a falta de preparação para essa doença, todavia espelhando-se em outros surtos epidêmicos era sim possível traçar previsões certeiras de cada etapa do coronavírus, além de construir um plano de contingência baseado nas quatro fases de resposta ao surto. Portanto, o rápido crescimento de casos notado mundialmente representa a negligência de governos, entidades e da própria população em tomar os cuidados necessários para controlar a transmissão da COVID-19.

Biografia do Autor

Valeska Martins, Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta, RS, Brasil

Bióloga. Doutora em Zoologia pela PUCRS. Professora na Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ

Referências

ABREU, L.C. Ações integradas e o fortalecimento do sistema público de saúde brasileiro em tempos de pandemias. Journal of Human Growth and Development. Brasil, 2020. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rbcdh/v30n1/pt_01.pdf. Acesso em: 8 out. 2020.

BELASCO, A.G.S.; FONSECA, C.D. Coronavírus 2020. Rev. Bras. Enferm., v. 73, n. 2, p. 1-2, 2020.

BUENO, E. À sua saúde: a vigilância sanitária na história do Brasil. Brasília: Ministério da saúde, 2005. 208 p.

COSTA, L.M.C.; HAMANN E.M. Pandemias de influenza e a estrutura sanitária brasileira: breve histórico e caracterização dos cenários. Rev Pan-Amaz Saúde. v. 7, n. 1, p. 11-25, 2016.

GAZÊTA, A.A.B. Uma Contribuição à História do Combate à Varíola no Brasil: do Controle à Erradicação. Fundação Oswaldo Cruz, p. 30-32, 2006. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/6139/2/1.pdf. Acesso em: out. 2020.

GUIMARÃES, R. Vacinas Anti Convid: um Olhar da Saúde Coletiva. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, n. 9, p. 3579-3585, 2020.

HOCHMAN, G. Vacinação, varíola e uma cultura de imunização no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 16, n. 2, p. 375-386, 2011.

LAI, C.; et al. Severe acute respiratory syndrome coronavirus 2 (SARS-CoV-2) and coronavirus disease-2019 (COVID-19): The epidemic and the challenges. International Journal of Antimicrobial Agents, v. 55, p. 2-9, 2020.

LEVI, G.C.; KALLÁS E.G. Varíola, sua prevenção vacinal e ameaça como agente de bioterrorismo. Rev. Assoc. Med. Bras., v. 48, n. 4, p. 357-62, 2002.

LIMA, N.T.; BUSS, P.M.; SOUZA, R.P. A pandemia de COVID-19: uma crise sanitária e humanitária. Cad. Saúde Pública, v. 36, n. 7, p. 1-4, 2020.

MESTROVIC, T. História da Varíola. News Medical Life Science, 2020. Disponível em: https://www.news-medical.net/health/Smallpox-History-(Portuguese).aspx. Acesso em: 6 set. 2020.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Plano brasileiro de preparação para enfrentamento de uma pandemia de influenza. Secretaria de vigilância em saúde, IV versão, 2010. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/plano_brasileiro_pandemia_influenza_IV.pdf. Acesso em: 6 set. 2020.

MORAIS, K.V.R.; et al. As doenças emergentes e reemergentes e seus determinantes. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 4, p. 11227-11241, 2020.

MOULIN, A. M. A hipótese vacinal: por uma abordagem crítica e antropológica de um fenômeno histórico. História, Ciências, Saúde - Manguinhos, v. 10, p. 499-517, 2003.

OPAS BRASIL. Erradicação da varíola: um legado de esperança para COVID-19 e outras doenças. Doenças Transmissíveis e análise de situação de saúde, 2020. Disponível em: https://www.paho.org/pt/noticias/8-5-2020-erradicacao-da-variola-um-legado-esperanca-para-covid-19-e-outras-doencas. Acesso em: 6 set. 2020.

PANG, W.; et al. Chinese medical drugs for coronavirus disease 2019: a systematic review and meta-analysis. Integrative Medicine Research 9, Korea Institute of Oriental Medicine, p. 1-3, 2020. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC7385501/pdf/main.pdf. Acesso em: ago. 2021.

PEERI, N.C.; et al. The SARS, MERS and novel coronavirus (COVID-19) epidemics, the newest and biggest global health threats: what lessons have we learned? International Journal of Epidemiology, v. 22, p. 1-10, 2020.

PFIZER. Pfizer e Biontech unem esforços para desenvolver possível vacina contra COVID-19. 2020. Disponível em: https://www.pfizer.com.br/noticias/releases/pfizer-e-biontech-unem-esforcos-para-vacina-contra-covid-19. Acesso em: 3 nov. 2020.

POTTER, C.W. A history of influenza. Journal of Applied Microbiology, v. 91, p. 572-579, 2001.

QUINTELLA, C.M.; et al. Vacinas para Coronavírus (COVID-19; SARS-COV-2): mapeamento preliminar de artigos, patentes, testes clínicos e mercado. Cadernos de Prospecção - Salvador, v. 13, n. 1, p. 3-12, 2020.

SCHWARCZ, L. M.; STARLING, H. M. A bailarina da morte: A gripe espanhola no Brasil. 1ª ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2020.

SENHORAS, E.M. Coronavírus e o papel das pandemias na história humana. Boletim de conjuntura, v. 1, p. 31-4, 2020.

SILVA FILHO, P.S.P.; et al. Vacinas contra Coronavírus (COVID-19; SARS-COV-2) no Brasil: um panorama geral. Research, society and development, v. 10, n. 8, p. 3-8, 2021.

TANRIOVER, M.D.; et al. Efficacy and safety of an inactivated whole-virion SARS-CoV-2 vaccine (CoronaVac): interim results of a double-blind, randomised, placebo-controlled, phase 3 trial in Turkey. Lancet, v. 398, p. 213-22, 2021.

TOLEDO, A.C.C. História da varíola. Rev. Med. Minas Gerais, v. 15, n. 1, p. 58-65, 2005.

WERNECK, G.L.; CARVALHO M.S. A pandemia de COVID-19 no Brasil: crônica de uma crise sanitária anunciada. Cad. Saúde Pública, v. 36, n. 5, p. 1-4, 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Vaccines against influenza WHO position paper. Weekly Epidemiology Rec., 2012. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0264410X12006391. Acesso em: 6 set. 2020.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Como Citar

Santos Martins, L., Sander Gianezini, J. M., & Martins, V. (2021). GRIPE ESPANHOLA, VARÍOLA E COVID-19: ANÁLISE COMPARATIVA DE TRÊS PANDEMIAS . REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 9(1), 289-300. https://doi.org/10.33053/revint.v9i1.650

Edição

Seção

Mostra de Iniciação Científica - Ciências Biológicas e da Saúde