PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS: USOS E SABERES DOS IDOSOS

Autores

  • Klaus Vargas Karnopp Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ, Cruz Alta, RS, Brasil
  • Vaneza Cauduro Peranzoni Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ, Cruz Alta, RS, Brasil
  • Diego Pascoal Golle Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ, Cruz Alta, RS, Brasil
  • Maria Aparecida Santana Camargo Universidade de Cruz Alta - UNICRUZ, Cruz Alta, RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.33053/revint.v9i1.665

Palavras-chave:

PANCs, Idoso, Insegurança alimentar

Resumo

As plantas alimentícias não convencionais (PANC) destacam-se como plantas que possuem uma ou mais partes comestíveis, sendo elas espontâneas ou cultivadas, nativas ou exóticas que não estão incluídas no cardápio cotidiano. A utilização e o conhecimento popular sobre as PANC na terceira idade este é o tema deste estudo. Para tanto, foi necessário estabelecer uma revisão com o auxílio das bases de dados como SCIELO (Scientific Eletronic Library Online), EBSCO Information Services, Google Scholar e o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).  A consulta foi realizada utilizando os descritores "Envelhecimento Humano", "Insegurança alimentar”, “Idoso”, “Plantas Alimentícias Não Convencionais” e “PANC”. O acervo bibliográfico reuniu 30 trabalhos que estabeleceram relações direta ou indiretamente com o tema. O levantamento das PANCs demonstrou a existência de ampla diversidade de plantas com potencial alimentício negligenciado, desconhecido ou subutilizado, com significativo valor nutricional e cultural, versatilidade de usos e potencial econômico. Do mesmo modo a prevalência de insegurança alimentar encontrada neste trabalho juntamente com o crescente envelhecimento populacional, bem como com os seus fatores associados.

Referências

AIRES, I. O.; SOUSA, L. L. C.; de SOUSA, D. J. M.; de ARAÚJO, D. S. C.; OLIVEIRA, I. K. F.; ALENCAR, M. D. S. S. Consumo alimentar, estilo de vida e sua influência no processo de envelhecimento. Research, Society and Development, v. 8, n. 11, p. 43, 2019.

BICKEL, G; NORD, M.; PRICE, C.; HAMILTON, W; COOK, J. Guide to measuring household food security. revised 2000. Alexandria: United States Department of Agriculture, Food and Nutrition Service, 2000. Disponível em: https://fns-prod.azureedge.net/sites/default/files/FSGuide.pdf. Acesso em: 30 abr. 2021.

COSTA, E.A. Nutrição & Fitoterapia: 3. ed. Petrópolis: Vozes Ltda, 2011.

ERICE, Adriana. Samper. Cultivo e comercialização de plantas alimentícias não convencionais (PANCS) em Porto Alegre, RS. 2011. 48 f. Monografia (Graduação em Ciências Biológicas) - Curso de Ciências Biológicas. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2011.

FAO, IFAD, WFP. The State of Food Insecurity in the World: Meeting the 2015 international hunger targets: taking stock of uneven progress. FAO, IFAD and WFP. 2015. 1-54 p.

FERNANDES, Noara Kapp; KRUPEK, Rogério Antonio. O uso de plantas medicinais por grupos da terceira idade no município de União da Vitória (PR). Arquivos do MUDI, v. 18, n. 3, p. 49-64, 2014.

FRANÇA, Cristineide Leandro; MURTA, Scheila Giardini; Prevenção e promoção da saúde mental no envelhecimento: conceitos e intervenções. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 34, n. 2, 2014.

FUNDAÇÃO E ECONOMIA E ESTATÍSCA. Evolução populacional dos COREDES e suas migrações. 2016. Disponível em: https://www.fee.rs.gov.br/wp-content/uploads/2016/11/20161116alto-jacui.pdf. Acesso em: 30 abr. 2021.

GUEDES, Ana Carolina Bastos; GAMA, Carolina Rebêlo; TIUSSI, Adriani Cristini Rosa. Avaliação nutricional subjetiva do idoso: Avaliação Subjetiva Global (ASG) versus mini avaliação nutricional (MAN®). Comunicação em Ciências da Saúde, v. 19, n. 4, p. 377-84, 2008.

GUNDERSEN, Craig; ZILIAK, James P. Food Insecurity And Health Outcomes. Health affairs (Project Hope), v. 34, n. 11, p. 1830–1839, 2015.

IBGE – INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA, 2020. Tabela 5918 - População, por grupos de idade. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/tabela/5918#resultado. Acesso em: 29 abr. 2021.

KINUPP, Valdely Ferreira; AMARO, Francisco Stefani; BARROS, Ingrid Bergman Inchausti. Anredera Cordifolia (Basellaceae), uma hortaliça potencial em desuso no Brasil. Hortic. Bras., v. 22, n. 2, 2004.

KINUPP, Valdely Ferreira; BARROS, Ingrid Bergman Inchausti. Teores de proteína e minerais de espécies nativas, potenciais hortaliças e frutas. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, v. 28, n. 4, p. 846-857, 2008.

KINUPP, Valdely Ferreira; LORENZI, Harri. Plantas alimentícias não convencionais (PANC) no Brasil: guia de identificação, aspectos nutricionais e receitas ilustradas. Nova Odessa: Instituto Plantarum de estudos da flora Ltda., 2014.

MACHADO, H.L.; MOURA, V.L.; GOUVEIA, N.M.; COSTA, G.A.; ESPINDOLA, F.S.; BOTELHO, F.V. Pesquisa e atividades de extensão em fitoterapia desenvolvidas pela Rede FitoCerrado: uso racional de plantas medicinais e fitoterápicos por idosos em Uberlândia-MG. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, v. 16, n. 3, 2014.

MARTINEVSKI, Camila Sefrin; OLIVEIRA, Viviani Ruffo; RIOS, Alessandro de Oliveira; FLORES, Simone Hickmann; VENZKE, Janaína Guimarães. Utilização de bertalha (Anredera cordifolia (TEN.) Steenis) e ora-pro-nobis (Pereskia aculeata Mill.) na elaboração de pães. Brazilian Journal of Food & Nutrition / Alimentos e Nutrição, v. 24, n. 3, p. 1–6, 2013.

NERI, A. L. Conceitos e teorias sobre o envelhecimento, p. 18-19. In: MALLOY-DINIZ, F.; FUENTES, D.; COSENZA, M.R. (Org.). Neuropsicologia do Envelhecimento: uma abordagem multidimensional. Porto Alegre: Artmed, 2013.

NETO, C. R. A importância da inserção de plantas alimentícias não convencionais. Panc’s na alimentação humana. 2017. 65 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Nutrição) – Universidade de Brasília, Distrito Federal, 2017.

PAN, L.; SHERRY, B.; NJAI, R.; BLANCK, H. M. Food Insecurity Is Associated with Obesity among US Adults in 12 States. Journal of the Academy of Nutrition and Dietetics, v. 112, n. 9, p. 1403–1409, 2012.

PINTO, Flaydson Clayton Silva; PONTES, Edson Douglas Silva; GOMES, Mirele Vicente da Silva; SILVA, Widemar Ferraz da; LIMA, Rafael Pascolalli de Araújo. Uso de Panc como Estratégia para Segurança Alimentar e Nutricional no Semiárido Pernambucano. International Journal of Nutrology, v. 11, n. 01, p. Trab787, 2018.

PFÜTZENREUTER, Andréa Holz; ALVIM, Angélica T. Benatti. O direito à cidade: as diretrizes políticas mundiais para o envelhecimento. Revista Nacional de Gerenciamento de Cidades, v. 3, n. 14, p. 112-127, 2015.

SILVA, Igor Marcelo Castro; SÁ, Emmanuela Callou. Alimentos funcionais: um enfoque gerontológico. Revista da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, v. 10, n. 1, p. 24-8, 2012.

DA SILVA, Patrícia D.; KERNKAMP, Clarice da Luz; BENNEMANN, Rose Mari. Insegurança Alimentar: As desigualdades de renda e a vulnerabilidade social como resultados na alimentação dos idosos. Revista Uningá Review, v. 16, n. 2, 2013.

SILVA, Ívina Albuquerque da; CAMPELO, Lucas Henrique de Barros Portela; PADILHA, Maria do Rosário de Fátima; SHINOHARA, Neide Kazue Sakugawa. Contribuição Nutricional Das Plantas Alimentícias Não Convencionais Para A Saúde Do Idoso. 2019. Disponível em: http://www.editorarealize.com.br/editora/ebooks/cieh/2019/PROPOSTA_EV125_MD3_ID1033_24052019091258.pdf Acesso em: 30 abr. 2021.

SILVA, Ívina Albuquerque da; CAMPELO, Lucas Henrique de Barros Portela; PADILHA, Maria do Rosário de Fátima; SHINOHARA, Neide Kazue Sakugawa. Mecanismos de resistência das plantas alimentícias não convencionais (PANC) e benefícios para a saúde humana. Anais da Academia Pernambucana de Ciência Agronômica, v. 15, n. 1, p. 77-91, 2018.

SPANEVELLO, R.M.; MOREIRA, S.D.; BOSCARDIN, M. Dinâmica demográfica da população rural: o caso do corede Alto Jacuí, Rio Grande do Sul. Nucleus, v. 16, p. 69-84, 2019.

STUFF, Janice E.; et al. Household Food Insecurity and Obesity, Chronic Disease, and Chronic Disease Risk Factors, Journal of Hunger & Environmental Nutrition, v. 1, n. 2, p. 43-62, 2007.

TERRA, Simone Braga; FERREIRA, Bruna Pereira. Conhecimento de plantas alimentícias não convencionais em assentamentos rurais. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 15, n. 2, p. 221–228, 2020.

VERAS, Renato. Can growing old in Brazil involve good health and quality of life? Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, v. 19, n. 3, p. 381-382, 2016.

VIEIRA, Lívia Gumieri. O uso de fitoterápicos e plantas medicinais por pacientes diabéticos. 2017. 68 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharelado em Farmácia). Universidade de Brasília, Brasília, 2017.

VIERA, Carla Thais Rodrigues; TERRA, Simone Braga. Plantas alimentícias não convencionais (PANC): principais utilizações e levantamento em zonas urbanas de Santana do Livramento, RS. In: Siepex - Cachoeira do Sul, 2018. Disponível em: https://www.doity.com.br/anais/8-siepex/trabalho/60051. Acesso em: 30 abr. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-16

Como Citar

Vargas Karnopp, K., Cauduro Peranzoni, V., Pascoal Golle, D., & Santana Camargo, M. A. (2021). PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS: USOS E SABERES DOS IDOSOS. REVISTA INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO, 9(1), 423-431. https://doi.org/10.33053/revint.v9i1.665

Edição

Seção

Mostra de Pós-Graduação - Multidisciplinar