LEGALIZAÇÃO E REPRESSÃO DAS DROGAS: PERCEPÇÃO DE USUÁRIOS DE UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL

Autores

  • Joze Karlem da Silva Teixeira Universidade Federal de Santa Maria, RS, Brasil
  • Keity Laís Siepmann Soccol Universidade Franciscana, Santa Maria, RS, Brasil.
  • Daiana Foggiato de Siqueira Universidade Federal de Santa Maria, RS, Brasil.
  • Valquíria Toledo Souto Faculdade Dom Alberto, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.
  • Raíssa Ottes Vasconcelos Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, SP, Brasil
  • Marlene Gomes Terra Universidade Federal de Santa Maria, RS, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.33053/recs.v7i2.216

Palavras-chave:

Enfermagem, Saúde Mental, Serviços de Saúde Mental, Transtornos Relacionados ao Uso de Substâncias.

Resumo

Este estudo tem como objetivo compreender a percepção de usuários de drogas em tratamento em um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas acerca da legalização e repressão das drogas. Trata-se de um estudo qualitativo, realizado com 13 usuários, no período de maio a junho de 2013. Os dados foram coletados por meio de entrevista individual, e analisados conforme Análise de Conteúdo Temática. Os resultados evidenciaram que os sujeitos são contrários à legalização por receio das consequências à saúde e sociais. Outros se mostram favoráveis por acreditarem em uma possível redução do consumo bem como, da criminalidade. Conclui-se que se faz necessário ampliar as discussões acerca da temática com diferentes atores e a discussão coletiva, em busca de estratégias de enfrentamento das consequências e perdas sociais que o uso ocasionou na vida dos usuários.

Biografia do Autor

Joze Karlem da Silva Teixeira, Universidade Federal de Santa Maria, RS, Brasil

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Maria . Especialista em Saúde Mental pelo programa de Residencia Integrada em Saúde Mental da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. ORCID 0000-0002-7263-6599

Keity Laís Siepmann Soccol, Universidade Franciscana, Santa Maria, RS, Brasil.

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Especialista em Psiquiatria e Saúde mental. Professora da Universidade Franciscana. ORCID 0000-0002-7071-3124

Daiana Foggiato de Siqueira, Universidade Federal de Santa Maria, RS, Brasil.

Enfermeira. Especialista em Psiquiatria e Saúde Mental. Doutora em Enfermagem. PhD. Professora do departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria. ORCID 0000-0002-8592-379X

Valquíria Toledo Souto, Faculdade Dom Alberto, Santa Cruz do Sul, RS, Brasil.

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria. Professora na Faculdade Dom Alberto (Santa Cruz do Sul). ORCID 0000-0001-7606-5685

Raíssa Ottes Vasconcelos, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, SP, Brasil

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Gerenciamento em Enfermagem da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo. ORCID 0000-0002-6526-2197

Marlene Gomes Terra, Universidade Federal de Santa Maria, RS, Brasil

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. PhD. Professora do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria. ORCID 0000-0001-9402-561X

Referências

BRASIL. Glossário de álcool e drogas / Tradução e notas: J. M. Bertolote. Brasília: Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, 2010.

FIGUEIREDO, I.G.A. et al. Álcool e outras drogas na percepção de adolescentes de escolas públicas. Revinter, v.10, n.02, p. 103-121, 2017.

GALVÃO, A.E.O.; SAAVEDRA, L.; CAMEIRA, M. Economic and sociocultural poverty in drug abuse: from individual to sociopolitical responsibility. Saude soc. São Paulo, v.27, n.3, p. 820-833, 2018.

GOMES-MEDEIROS, D. et al. Política de drogas e Saúde Coletiva: diálogos necessários. Cad. Saúde Pública, v.35, n.7, e00242618, 2019.

HORTA, R.L. et al. Prevalência e condições associadas ao uso de drogas ilícitas na vida: Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2015. Rev Bras Epidemiol, v.21, n.suppl 1, e. 180007, 2018.

JIMENEZ, L.; ADORNO, R.; MARQUES, V.R. Drogas – Pra que te quero? Drogadição e adolescência na voz dos socioeducadores. Psic.: Teor. e Pesq., v. 34, e.34412, 2018.

LOMBARDI, A.B. et al. A síndrome da exclusão social: compreensão das origens da violência/ contraviolência no Brasil. Rev. méd. Minas Gerais, v.26, supl.2, p.46-52, 2016.

MINAYO, M. C. S. O desafio do Conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. 14. ed. São Paulo: Hucitec, 2014.

MORAES, M.E.F et al. Consumo de crack, mulheres e internação compulsória: reflexões so-bre saberes à luz da teoria das representações sociais. Psic., Conocimiento y Sociedad, v.9, n.1, p.132-154, 2019.

MOREIRA, M.R. et al. Agendas democráticas para o século XXI: percepções dos(as) brasileiros(as) sobre descriminalização e legalização da maconha. Saúde Debate, v.40, n. especial, p.163-175, 2016.

PEDROSO, R.T.; JUHÁSOVÁ, M.B.; HAMANN, E.M. A ciência baseada em evidências nas políticas públicas para reinvenção da prevenção ao uso de álcool e outras drogas. Interface (Botucatu), v.23, e.170566, p.1-16, 2019.

RIBEIRO, D.B. et al. Motivos da tentativa de suicídio expressos por homens usuários de álcool e outras drogas. Rev. Gaúcha Enferm., v.37, n.1, e54896, 2016.

RODRIGUEZ, M.F.R.; KHENTI, A. Perception of harm and benefits of marijuana and its relationship with the intention of use and consumption in colombian adolescents. Texto Contexto Enferm., v. 28, n. spe, e158, p.1-13, 2019.

SELEGHIM, M.R.; GALERA, S.A.F. The trajectory of crack users to the street situation in the perspective of family members. Invest Educ Enferm., v.37, n.2, e03, 2019.

SENA, E.L.S. et al. Percepção da família de adolescentes sobre o cuidado no contexto do consumo de drogas. Rev. Eletr. Enf., 20:v.20a20, p.1-9, 2018.

SILVA, D.O. et al. Acidentes de trânsito e sua associação com o consumo de bebidas alcoólicas. Enfermería Global, s/v, n.52 p.377-388, 2018.

SILVA, J.E.; SILVA, S.P. Descriminalização ou legalização do uso da maconha? E os projetos de lei sobre a maconha descriminalizar ou legalizar?. Ciências Humanas e Sociais Facipe, v.3, n.1, p. 21-34, 2017.

SILVA, T.H.E.S et al. A legalização da maconha e os impactos na sociedade brasileira. Humanidades, v. 6, n. 2, p.1-21, 2017.

SINGULANE, B.A.R.; SILVA, N.B.; SARTES, L.M.A. Histórico e fatores associados à criminalidade e violência entre dependentes de crack. Psico-USF, v. 21, n. 2, p. 395-407, 2016.

VALENTIM, O.S.; SANTOS, C.; RIBEIRO, J.P. Grupos de autoajuda: a percepção de gravidade do alcoolismo, da saúde física e mental. Rev. Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, s/v, e. esp 5, p.93-97, 2017.

WINK, G.A.; MÉA C.P.D.; ROSSI, T. Cannabis Legalization: Perceptions of Psychiatrists and Recovering Users. Trends Psychol, v. 27, n.3, p.721-733, 2019.

Downloads

Publicado

2020-09-28

Como Citar

Teixeira, J. K. da S., Soccol, K. L. S., Siqueira, D. F. de, Souto, V. T., Vasconcelos, R. O., & Terra, M. G. (2020). LEGALIZAÇÃO E REPRESSÃO DAS DROGAS: PERCEPÇÃO DE USUÁRIOS DE UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL. Revista Espaço Ciência & Saúde, 7(2), 1-10. https://doi.org/10.33053/recs.v7i2.216

Edição

Seção

Artigos Originais