QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS ASSISTIDOS NA ATENÇÃO BÁSICA

Autores

  • Luana Escobar dos Santos Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Gustavo Olszanski Acrani Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Passo Fundo Rua Capitão Araújo, 20, Centro CEP: 99010-200 Telefone: (54)3335-8515
  • Ivana Loraine Lindemann Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Passo Fundo Rua Capitão Araújo, 20, Centro CEP: 99010-200 Telefone: (54)3335-8515

DOI:

https://doi.org/10.33053/recs.v8i1.256

Resumo

O presente trabalho visou avaliar a qualidade de vida em idosos de uma Estratégia de Saúde da Família (ESF) na Região Norte do Estado do Rio Grande do Sul. Trata-se de um estudo transversal no qual foi aplicado questionário sociodemográfico seguido da escala Whoqol-old. A amostra de idosos compreendeu todos os residentes do território da ESF, de ambos os sexos, que tinham 70 anos ou mais e que não estivessem institucionalizados. Foram incluídos no estudo 86 entrevistados, com maior predomínio de indivíduos na faixa etária entre 70 e 75 anos e do sexo feminino. Foi identificado um escore médio global de 78±9,8 em qualidade de vida, com maiores valores observados na faceta “morte e morrer”, sendo observada uma relação da qualidade de vida e presença de problemas cardíacos, depressão, quantidade de medicações utilizadas ao dia e prática de atividades físicas.

Referências

ARANTES, Luciano José; SHIMIZU, Helena Eri; MERCHAN-HAMANN, Edgar. Contribuições e desafios da Estratégia Saúde da Família na Atenção Primária à Saúde no Brasil: revisão da literatura. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 21, n. 5, p. 1499-1510, May 2016 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016000501499&lng=en&nrm=iso>. access on 06 Aug. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232015215.19602015.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 1988. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm> Acesso em 05 set. 2019.

BRASIL. Rede Atenção Psicossocial. Portaria GM 3.088 de 23 de dezembro de 2011, republicada em 30/11/2012. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2011/prt3088_23_12_2011_rep.html> Acesso em: 05 set. 2019.

BRASIL. Estatuto do Idoso. Brasília, 2013. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.741.htm>. Acesso em: 12 set. 2019.

DAWALIBI, Nathaly Wehbe et al . Envelhecimento e qualidade de vida: análise da produção científica da SciELO. Estud. psicol. (Campinas), Campinas , v. 30, n. 3, p. 393-403, Sept. 2013 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-166X2013000300009&lng=en&nrm=iso>. access on 06 Aug. 2020. https://doi.org/10.1590/S0103-166X2013000300009.

JESUS, Isabela Thaís Machado de et al . FRAGILIDADE E QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS EM CONTEXTO DE VULNERABILIDADE SOCIAL. Texto contexto - enferm., Florianópolis, v. 27, n. 4, e4300016, 2018 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072018000400315&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 06 ago. 2020. Epub 08-Nov-2018. http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072018004300016.

KHOURY, Hilma Tereza Tôrres; SA-NEVES, Ângela Carina. Percepção de controle e qualidade de vida: comparação entre idosos institucionalizados e não institucionalizados. Rev. bras. geriatr. gerontol., Rio de Janeiro , v. 17, n. 3, p. 553-565, set. 2014 . Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232014000300553&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 06 ago. 2020. https://doi.org/10.1590/1809-9823.2014.13012.

MELO, Rômulo Lustosa Pimenteira de et al . Sentido de vida, dependência funcional e qualidade de vida em idosos. Rev. bras. geriatr. gerontol., Rio de Janeiro, 2013. v. 16, n. 2, p. 239-250. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232013000200004&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 30 out. 2019.

MIRANDA , Lívia Carvalho Viana de et al. Qualidade de vida e fatores associados em idosos de um Centro de Referência à Pessoa Idosa. Ciênc. saúde coletiva. Rio de Janeiro, 2016. v. 21, n. 11, p. 3533-3544. Disponívem em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016001103533&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 16 nov. 2019.

NAVARRO, Joel Hirtz do Nascimento et al . Percepção dos idosos jovens e longevos gaúchos quanto aos espaços públicos em que vivem. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, 2015. v. 20, n. 2, p. 461-470.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE. Relatório mundial de envelhecimento e saúde. OMS .2015. Disponível em: <https://sbgg.org.br/wp-content/uploads/2015/10/OMS-ENVELHECIMENTO-2015-port.pdf>. Acesso em: 01 nov. 2019.

POWER. M. ; QUINN , K.; SCHIMIDT, S. WHOQOL-OLD Group. Quality of Life Research, 2005, 14:2197-2214. Disponível em: <https://www.who.int/mental_health/evidence/WHOQOL_OLD_Manual.pdf?ua=1>. Acesso em: 10 out. 2018.

PEREIRA, Déborah Santana et al. Qualidade de vida e situação de saúde de idosos: um estudo de base populacional no Sertão Central do Ceará. Rev. bras. geriatr. gerontol., Rio de Janeiro, 2015. v. 18, n. 4, p. 893-908. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-98232015000400893&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 19 out. 2019.

REIS, Sara Portela, et al. Estudo da qualidade de vida de idosos não Institucionalizados. Faculdade de Talentos Humanos. Universidade de Uberaba. Uberaba, MG, 2015. v. 1, n. 2, p. 56-60.

REIS, Cibelle Barbosa, et al. Condições de saúde de idosos jovens e velhos. Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste, 2016.

SANTOS, Olga de Fátima Jansen dos, et al. Qualidade de vida de idosos atendidos na Estratégia Saúde da Família. Revista de Pesquisa Cuidado é Fundamental Online, vol. 7, núm. 1, enero-marzo, 2015, pp. 2021-2033 Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro Rio de Janeiro, Brasil.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE MARAU. Cadastros. 2018. Disponível em: <http://smsmarau.g-mus.com.br/cadastro/relcadusuario>. Acesso em: 10 set. 2018.

SILVA, R. A. DA. Qualidade de vida de idosos que participam do centro de lazer: um espaço de cuidado para a enfermagem. 2016. Dissertação (Mestrado em Enfermagem, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro). Rio de Janeiro, 2016.

TAVARES, Darlene Mara dos Santos et al . Qualidade de vida e autoestima de idosos na comunidade. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 21, n. 11, p. 3557-3564, Nov. 2016 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232016001103557&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 10 out. 2019.

TAVARES, Darlene Mara dos Santos; DIAS, Flavia Aparecida; MUNARI, Denize Bouttelet. Qualidade de vida de idosos e participação em atividades educativas grupais. Acta paul. enferm., São Paulo, 2012. v. 25, n. 4, p. 601-606. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-21002012000400019&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 29 out. 2019.

TAVARES, Darlene Mara dos Santos; DIAS, Flavia Aparecida. Capacidade funcional, morbidades e qualidade de vida de idosos. Texto contexto - enferm., Florianópolis, 2012. v. 21, n. 1, p. 112-120. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072012000100013&lng=en&nrm=iso>. Acesso em 16 nov. 2019.

TAVARES, Darlene Mara dos Santos, et al. Qualidade de vida de idosos com e sem hipertensão arterial. Rev. Eletr. Enf. [Internet]. 2011 abr/jun;13(2):211-8. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.5216/ree.v13i2.10876>. Acesso em: 15 out. 2019.

Downloads

Publicado

2020-12-10

Como Citar

Escobar dos Santos, L., Olszanski Acrani , G. ., & Loraine Lindemann , I. . (2020). QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS ASSISTIDOS NA ATENÇÃO BÁSICA. Revista Espaço Ciência & Saúde, 8(1), 19-33. https://doi.org/10.33053/recs.v8i1.256

Edição

Seção

Artigos Originais