PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO E DE SAÚDE DE CATADORES DE MATERIAL RECICLÁVEL ASSOCIADOS

Autores

  • Alexa Pupiara Flores Coelho
  • Carmem Lúcia Colomé Beck
  • Rosângela Marion da Silva
  • Kaliandra Brum
  • Milena Frare
  • Luana Begnini

DOI:

https://doi.org/10.33053/recs.v8i2.374

Palavras-chave:

Saúde do Trabalhador. Catadores. Perfil de Saúde.

Resumo

Objetivo: Descrever o perfil sociodemográfico e de saúde de um grupo de catadores de material reciclável associados. Método: Estudo quantitativo descritivo realizado com catadores de material reciclável de duas associações de reciclagem do Sul do Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevistas e submetidos à estatística descritiva simples. Resultados: Predominaram mulheres, não brancas, com companheiro e filhos, com baixa escolaridade. Estavam na quarta década de vida e atuavam há cerca de oito anos na reciclagem. A maioria possuía vivências de acidentes de trabalho, adoecimento crônico não transmissíveis e uso contínuo de medicamentos. A maioria realizava três ou mais refeições diárias. Porém, parte não estava com o quadro vacinal atualizado ou desconhece sua situação vacinal. Conclusão: O estudo aponta para um perfil de trabalhadores expostos ao cotidiano do trabalho na reciclagem e com quadros sugestivos de danos à sua saúde.

Referências

AUGUSTO, A.R. Segurança e saúde no trabalho de catadores de materiais recicláveis: formação continuada em educação ambiental [tese]. Rio de Janeiro: Fundação Oswaldo Aranha; 2017.

ARAÚJO, N.C.K.; SATO, T.O. A Descriptive Study of Work Ability and Health Problems Among Brazilian Recyclable Waste Pickers. J Community Health. 2017, Sep 22. [Epub ahead of print].

AULER, F.; NAKASHIMA, A.T.A.; CUMAN, R.K.N. Health Conditions of Recyclable Waste Pickers. J Community Health. 2014, v. 39, p. 17-22.

BRASIL. Presidência da República. LEI Nº 12.305, DE 2 DE AGOSTO DE 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Brasília, DF, 2010.

BRASIL. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Situação social das catadoras e dos catadores de material reciclável e reutilizável. Brasília, DF, 2013.

CAVALCANTE, L.P.S.; SILVA, M.M.P. Influence of organization of recyclable material collectors in association to improve the health and minimization of social-environmental impacts. REMOA. 2015, v. 14, n. 1, p. 01-13.

COELHO, A.P.F.; BECK, C.L.C.; FERNANDES, M.N.S.; PRESTES, F.C.; SILVA, R.M. Work risk related to illness and defensive strategies of collectors women’s waste recyclable. Esc Anna Nery. 2016, v. 20, n. 3, e20160075.

COELHO, A.P.F.; BECK, C.L.C.; FERNANDES, M.N.S.; FREITAS, N.Q.; PRESTES, F.C.; TONEL, J.Z. Women waste pickers: living conditions, work, and health. Rev Gaúcha Enferm. 2016, v. 37, n.3, e57321.

DAGNINO, R.S.; JOHANSEN, I.C. Os catadores no Brasil: características demográficas e socioeconômicas dos coletores de material reciclável, classificadores de resíduos e varredores a partir do censo demográfico de 2010. Rio de Janeiro, IPEA, 2017.

FREITAS, D.G.; FERREIRA, F.P.M. Perfil dos catadores de materiais recicláveis nos lixões de Minas Gerais. Caderno de Geografia. 2015, v. 25, n. 44.

GALON, T.; MARZIALE, M.H.P. Condições de trabalho e saúde de catadores de materiais recicláveis na América Latina: uma revisão de escopo. In.: PEREIRA, B.C.J.; GOES, F.L. Catadores de Materiais Recicláveis – um encontro nacional. Rio de Janeiro, Ipea, 2016.

GUTBERLET, J.; et al. Participatory Research Revealing the Work and Occupational Health Hazards of Cooperative Recyclers in Brazil. Int J Environ Res Public Health. 2013, v. 10, p. 4607-27.

HOEFEL, M.G.; et al. Acidentes de trabalho e condições de vida de catadores de resíduos sólidos recicláveis no lixão do Distrito Federal. Rev Bras Epidemiol. 2013, v. 16, n. 3, p. 764-85.

MOURA, L.R.; DIAS, S.L.F.G.; JUNQUEIRA, L.A.P. Um olhar sobre a saúde do catador de material reciclável: uma proposta de quadro analítico. Ambient Soc. 2018, v. 21, e01072.

NEVES, L.M.; QUADROS, S.O.; LUTINSKI, J.A.; BUSATO, M.A.; FERRAZ, L. Recyclable material collectors: profile social and health hazards associated with the work. Hygeia, 2017, v. 13, n. 24, p. 162-174.

NOGUEIRA, L.M.; SILVEIRA, C.A.; FERNANDES, K.S. Perception of quality of life collectors of recyclable materials. Rev Enferm UFPE on line. 2017, v. 11, n. 7, p. 2718-27.

POOLE, C.J.M.; BASU, S. Systematic Review: Occupational illness in the waste and recycling sector. Occupational Medicine. 2017, v. 67, n. 8, 626-36.

RACHIOTIS, G.; TSOVILI, E.; PAPAGIANNIS, D.; MARKAKI, A.; HADJICHRISTODOULOU, C. Are municipal solid waste collectors at increased risk of Hepatitis A Virus infection? A Greek cross-sectional study. Le Infezioni in Medicina. 2016, n. 4, p. 299-303.

SOARES, A.P. Perfil socioeconômico dos catadores de materiais recicláveis do Lixão de São José da Varginha/Minas Gerais – e principais mecanismos para implementar políticas públicas de inclusão social. IBEAS – Instituto Brasileiro de Estudos Ambientais, 2014.

TEIXEIRA, K.M.D. Trabalho e perspectivas na percepção dos catadores de materiais recicláveis. Psicol Soc. 2015, v. 27, n. 1, p. 98-105.

Downloads

Publicado

2021-01-14

Como Citar

Coelho, A. P. F. ., Beck, C. L. C. ., Silva, R. M. da, Brum, K. ., Frare, M. ., & Begnini, L. . (2021). PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO E DE SAÚDE DE CATADORES DE MATERIAL RECICLÁVEL ASSOCIADOS. Revista Espaço Ciência & Saúde, 8(2), 40-50. https://doi.org/10.33053/recs.v8i2.374

Edição

Seção

Artigos Originais