CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS DE SAÚDE: DESAFIOS PROFISSIONAIS NA PANDEMIA

Autores

  • Andressa da Silveira Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Keity Laís Siepmann Soccol Universidade Franciscana UFN
  • Naiana Oliveira dos Santos Universidade Franciscana UFN

DOI:

https://doi.org/10.33053/recs.v9i1.384

Palavras-chave:

Pandemias., Infecções por Coronavírus., Saúde do Adolescente. Saúde da Criança. Pessoas com Deficiência.

Resumo

Objetivo: descrever as transformações no trabalho de profissionais que atuam com criança e adolescentes com necessidades especiais em uma Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais durante a pandemia de COVID-19. Material e métodos: Pesquisa qualitativa, realizada na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais do Sul do Brasil. Realizou-se entrevistas coletivas com 20 profissionais da equipe multidisciplinar. As enunciações foram gravadas em mídia digital, e submetidas à análise temática de conteúdo. Resultados: os profissionais que atuam na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais expressaram que o processo de trabalho sofreu diversas modificações no contexto da pandemia, emergindo três categorias temáticas: o home office na perspectiva dos profissionais de saúde e educação; os desafios do distanciamento para a assistência à saúde e educação e as; dificuldades impostas pelo distanciamento no cuidado às crianças e adolescentes. Conclusão: as transformações no trabalho de profissionais que atuam com criança e adolescentes com necessidades especiais, apresentam desgaste emocional dos profissionais que atuam nesse cenário de cuidado. Os profissionais que trabalham nesse espaço, compreendem que a família e os cuidadores são essenciais para a manutenção da qualidade de vida e para o avanço na educação.

Biografia do Autor

Keity Laís Siepmann Soccol, Universidade Franciscana UFN

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem na Universidade Franciscana (UFN). Santa Maria-Rio Grande do Sul-Brasil. e-mail: keitylais@hotmail.com

Naiana Oliveira dos Santos, Universidade Franciscana UFN

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem na Universidade Franciscana (UFN). Santa Maria-Rio Grande do Sul-Brasil. e-mail: naiaoliveira07@gmail.com

Referências

ABREU, B.M. Inclusão e acessibilidade em tempos de pandemia. Pedagogia em Ação, Belo Horizonte, v.13, n.1, jul., 155-65, 2020.

ARAÚJO, V.B. Repensando as práticas de saúde para a pessoa com deficiência durante a pandemia da covid-19: uma reflexão do fisioterapeuta da Apae de Petrópolis-RJ. Apae Ciência, v.13, n.1, 33-49, 2020.

BARBOSA, A.M. et al. Os impactos da pandemia covid-aa19 na vida das pessoas com transtorno do espectro autista. Revista da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, v. 24, n. 48, p. 91-105, jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Saúde mental e atenção psicossocial na pandemia COVID 19. 2020. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/41121 Acesso em: 14 dez. 2020.

DEHOFF, B.A. et al. The Role of Online Social Support in Supporting and Educating Parents of Young Children With Special Health Care Needs in the United States: A Scoping Review. Journal of Medical Internet Research, v.18, n.12, e333, dez., 2016.

ELHADI, M. et al. Psychological status of healthcare workers during the civil war and COVID-19 pandemic: A cross-sectional study. Journal of Psychosomatic Research, v.137, 110221, out., 2020.

GASKELL, G. Entrevistas individuais e de grupos. In: Baurer MW, Gaskell, G. (Orgs.). Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, 2014. p.64-89.

GIL, A.C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6ª ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GHOSH, R. et al. Impact of COVID -19 on children: special focus on the psychosocial aspect. Minerva Pediatrica, v.72, n.3, 226-35, jun., 2020.

GUIZZO, B.S.; MARCELLO, F.A.; MÜLLER, F. A reinvenção do cotidiano em tempos de pandemia. Educução e Pesquisa, São Paulo, v. 46, e238077, ago., 2020.

HSIEH, H.Y. et al. Nursing Education Strategies During the COVID-19 Epidemic. The Journal of Nursing, v.67, n.3, 96-101, mai., 2020.

KNAUER, H. et al. The Mismatch Between Children's Health Needs and School Resources. The Journal of School Nursing, v.31, n.5, 326-33, abr., 2015.

KONG, M.; THOMPSON, L.A. Considerations for Young Children and Those With Special Needs as COVID-19 Continues. JAMA Pediatrics, v.174, n.10, 1012, ago., 2020.

LINHARES, M.B.M.; ENUMO, S.R.F. Reflexões baseadas na Psicologia sobre efeitos da pandemia COVID-19 no desenvolvimento infantil. Estudos de Psicologia (Campinas), Campinas, v. 37, e200089, jun., 2020.

LIU, J.J. et al. Mental health considerations for children quarantined because of COVID-19. The Lancet Child Adolescent Health, v.4, n.5, 347-49, mar., 2020.

MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª ed. São Paulo: Hucitec-Abrasco, 2014.

PACHECO, S.T. et al. Recomendações para o cuidado à criança frente ao novo coronavírus. Cogitare Enfermagem, Curitiba, v.25, e73554, jun., 2020.

SILVEIRA, A. et al. Participação e ausência familiar: implicações para o desenvolvimento de crianças e adolescentes com necessidades especiais. Revista Contexto & Saúde, Ijuí, v.20, n.38, 185-90, 2020.

SILVEIRA, A.; SOCCOL, K.L.S. Salud mental de niños y adolescentes en tiempos de distanciamiento social por COVID-19. Revista Cubana de Enfermagem, [S.l.], v. 36, ago., 2020.

SHIMAZAKI, E.M.; MENEGASSI, R.J.; FELLINI, D.G.N. Ensino remoto para alunos surdos em tempos de pandemia. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v.15, 1-17, 2020.

WILLIAMS, G.F.; CAÑON-MONTAÑEZ, W. COVID-19: O que aprendemos até agora. Revista Cuidarte, Bucaramanga, v.11, n.2, e1225, ago., 2020.

Downloads

Publicado

2021-04-30

Como Citar

da Silveira, A., Siepmann Soccol, K. L. ., & Oliveira dos Santos, N. . (2021). CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM NECESSIDADES ESPECIAIS DE SAÚDE: DESAFIOS PROFISSIONAIS NA PANDEMIA. Revista Espaço Ciência & Saúde, 9(1), 15-26. https://doi.org/10.33053/recs.v9i1.384

Edição

Seção

Artigos Originais